Em negocios / como-vender-mais

País que mais gastará com publicidade na Copa do Mundo não vai jogar o campeonato

A China tem um incremento de US$ 835 milhões em gastos com publicidade na Copa do Mundo

Bandeira China
(© 2015 Bloomberg Finance LP)

SÃO PAULO - Empresas chinesas gastarão US$ 835 milhões acima do normal durante esta Copa do Mundo. O incremento nos gastos é o maior do mundo para o período - e a China nem ao menos foi classificada para os jogos. 

De acordo com dados da Zenith, o país asiático supera com folga o segundo colocado: os Estados Unidos, cujo incremento nos gastos em anúncios chegarão a US$ 400 milhões. O país sede do evento, a Rússia, gastará ainda menos: US$ 64 milhões acima do normal para o período. 

Com início nesta quinta-feira (14), a Copa do Mundo é uma oportunidade para empresas associarem seus nomes ao futebol em geral. Na China, essa oportunidade foi agarrada com veemência.

O presidente chinês, Xi Jinping, é um grande apreciador de futebol e já disse esperar que o país vença o torneio. Também afirmou ter vontade de sediar o evento em 2030. A China também tem um histórico de patrocinar clubes estrangeiros - nessas, o Manchester City recebeu uma bolada de US$ 400 milhões em 2015 por uma fatia de 13%.

No geral, anunciantes ao redor do mundo devem gastar US$ 2,4 bilhões em comunicação voltada ao evento. A audiência global deve chegar a 3,5 bilhões de pessoas. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato