EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em negocios / como-vender-mais

Publicidade com "estereótipos de gênero" será banida no Reino Unido

Novas diretrizes passam a ser aplicadas em 2018, conforme publicação do órgão responsável 

Calça, jeans, magreza, mulher
(divulgação)

SÃO PAULO – A Autoridade de Padrões Publicitários (ASA, na sigla em inglês) do Reino Unido publicou diretrizes que proíbem anúncios publicitários com “papéis de gênero estereotipados ou características que possam ser nocivas às pessoas, incluindo anúncios que zombem de pessoas por não se conformem aos estereótipos de gênero”. Esse tipo de publicidade passa a ser proibido no país em 2018.

Alguns dos destaques da publicação classificam como proibidos temas como:

  • Sexualização ou objetificação inapropriada de pessoas
    - Sugerir que seja normal que mulheres jovens sejam “doentiamente magras”;
    - Fazer piada com pessoas fora dos estereótipos de gênero;
    - Anúncios onde mulheres sejam as únicas responsáveis por tarefas domésticas;
    - Sugerir que uma atividade é imprópria para meninos por serem associadas a meninas e vice-versa;
    - Mostrar homens que não consigam cumprir tarefas parentais ou domésticas simples.
  • Além de proibir esses anúncios, a ASA e o CAP (Comitê de Práticas Publicitárias) oferecerão treinamento aos anunciantes na tentativa de garantir que as boas práticas sejam implementadas antes de 2018.
  • Em comunicado, o presidente da ASA, Guy Parker, disse que “retratos que reforçam visões datadas e estereotípicas de papeis de gênero na sociedade podem ter papel na geração de consequências injustas às pessoas”. Para ele, a publicidade é apenas um dos muitos fatores que contribuem para a desigualdade, mas “padrões mais duros de publicidade podem ter papel importante no fim das desigualdades e melhoria de resultados para indivíduos, a economia e a sociedade como um todo”.

Contato