Em negocios / como-vender-mais

Netflix pretende excluir séries e filmes para exibir 50% de conteúdo próprio

Em 2016 a comapanhia adicionará 450 horas de produções originais, e dentro de alguns anos, a ideia é aumentar esse número

Stranger Things
(Reprodução)

SÃO PAULO - A Netflix deve disponibilizar cerca de 600 horas de conteúdo próprio inédito até o fim deste ano, o que simboliza um aumento de 450 horas em relação ao ano passado, número significativo.

Mas para o CFO, da companhia, David Wells, essa meta ainda é baixa. Ele pretende, dentro de alguns anos, fazer com que a Netflix tenha 50% do conteúdo de produções originais, segundo o site Variety.com.

“Estamos passando por uma transição e evolução de vários anos para uma quantidade maior de produções nossas”, ressaltou o representante na recente conferência Communacopia, em Nova York.

De acordo com o site, a ideia é que os seriados e filmes originais continuem sendo constituídos por uma mistura entre conteúdo produzido pela própria Netflix, coproduções com outras empresas e aquisições diretas. Segundo Wells, hoje o serviço de streaming está “quase na metade” do caminho para atingir seu objetivo de 50% de material exclusivo.

Sobre o aumento de preços, Wells afirmou que a Netflix está elevando os preços para gerar mais receita, que ele irá, em seguida, investir em conteúdo adicional para atrair e reter mais assinantes.

A meta para Netflix é liberar algo que agrada a cada assinante, a cada mês, mediante a um estudo de mercado, de acordo com Wells. Nessa frente " nós temos um caminho a percorrer " em diferentes gêneros e formatos.

 

Contato