Em negocios / como-vender-mais

Friboi rompe contrato com Roberto Carlos por imagem "não confiável"

Grupo JBS rescindiu contrato de R$ 42,5 milhões com o cantor por pesquisa revelar que ele não era confiável aos olhos dos consumidores da marca

Roberto Carlos e Tony Ramos
(/Marcos Mortari)

SÃO PAULO - O grupo JBS rescindiu um contrato de R$ 42,5 milhões com o cantor Roberto Carlos para que ele fosse garoto-propaganda da marca Friboi e dos produtos Swift. De acordo com informações do jornal "O Estado de S. Paulo", o rompimento se deve a uma aposta milionária que não deu certo. Uma pesquisa encomendada pelo JBS revelou que os consumidores não confiavam no cantor e, portanto, não acreditaram no comercial em que ele aparece comendo o bife Friboi.

O rompimentou gerou uma briga na Justiça, já que a empresa rescindiu o contrato sem pagar a multa prevista. Roberto Carlos reivindica uma multa de R$ 7 milhões pela quebra de contrato, enquanto a JBS aceita pagar R$ 3,1 milhões. 

 A contratação milionária do "Rei" anunciada em fevereiro deste ano era válida até 2016. A ideia era aumentar os bons resultados já obtidos depois da contratação do ator Tony Ramos como garoto-propaganda da marca. Mas, na prática, não foi isso o que aconteceu. Segundo a reportagem do Estadão, pesquisa realizada por uma empresa de avaliação e mensuração de retorno de investimentos em comunicação revelou que as pessoas disseram não confiar no cantor. 

Procurado pelo Portal InfoMoney, o grupo JBS disse que não se pronunciará sobre o assunto.

 

Contato