Na base do incentivo

Com Tesla, fatia de carros elétricos na Noruega sobe para 42%

Principal produtor de petróleo e gás da Europa Ocidental, o país tem o maior número de carros elétricos por habitante do mundo

(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

A participação de novos licenciamentos de carros elétricos na Noruega atingiu um recorde em 2019, com a ajuda do melhor ano da Tesla no país nórdico.

Os veículos elétricos movidos a bateria responderam por 42% das vendas de carros novos na Noruega no ano passado em relação aos 31% em 2018, informou a Federação Norueguesa de Rodovias na sexta-feira.

A Tesla vendeu um recorde de 18.798 veículos. O resultado foi puxado pelas fortes vendas do novo Model 3 no primeiro semestre de 2019.

Aprenda a investir na bolsa

A Noruega já é o país com o maior número de carros elétricos por habitante do mundo, graças a incentivos generosos, como isenções fiscais. O país – também o maior produtor de petróleo e gás da Europa Ocidental – tem como meta que carros com emissão zero respondam por todas novas vendas até 2025.

A Volkswagen ainda foi a marca mais vendida em 2019, mas superou a Tesla em apenas 150 carros, disse Oyvind Solberg Thorsen, presidente da federação, em apresentação via webcast. Ambas as marcas ficaram com cerca de 13% do total de vendas de carros novos, que somaram 142.381.

A participação dos veículos elétricos pode chegar a cerca de 50% em 2020, disse Solberg Thorsen durante a apresentação.

O país nórdico foi o terceiro maior mercado da Tesla em vendas nos primeiros nove meses de 2019, de acordo com o balanço do terceiro trimestre da montadora americana. O Model 3 da Tesla foi de longe o modelo mais vendido na Noruega no ano passado, com 15.683 carros, tirando a primeira posição do Leaf, da Nissan.

Invista para realizar seus sonhos: abra uma conta gratuita na XP!