Crise

Com parques fechados na pandemia, Disney demite 28 mil funcionários

No último trimestre, a companhia registrou perda de 85% de receita com os parques fechados

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO — Com a pandemia impondo o fechamento dos parques temáticos da Disney, na Califórnia, e a abertura gradual limitando as atividades em suas outras unidades ao redor do mundo, a empresa anunciou nesta terça-feira (29) a demissão de 28 mil funcionários de diversos parques e algumas de divisões de experiência e  produtos de consumo da Disney.

Em um comunicado enviado aos funcionários, Josh D’Amaro, chefe dos parques da Disney, detalhou várias “decisões difíceis” que a empresa teve de tomar após a pandemia do coronavírus, incluindo o fim da licença de milhares de funcionários.

Enquanto os parques temáticos da Disney na Flórida, Paris, Xangai, Japão e Hong Kong puderam reabrir com capacidade limitada, tanto o California Adventure quanto o Disneyland permaneceram fechados em na cidade californiana de Anaheim.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo D’Amaro, cerca de 67% dos profissionais que foram demitidos trabalhavam meio período em um dos parques da companhia.

Os problemas da Disney com a pandemia foram “intensificados na Califórnia pela relutância do estado em suspender as restrições que permitiriam a reabertura do Disneyland”, disse D’Amaro.

“Cortamos despesas, suspendemos projetos de capital, dispensamos nossos membros do elenco enquanto ainda pagamos os benefícios e modificamos nossas operações para funcionar da forma mais eficiente possível. No entanto, simplesmente não podemos ficar com a equipe totalmente preenchida de forma responsável enquanto operamos em tal capacidade limitada”, escreveu o executivo no comunicado enviado aos funcionários da companhia.

A receita da divisão de negócios, que incluem os parques temáticos, experiências e produtos de consumo, caiu 85% no último trimestre, despencando de US$ 6,58 bilhões registrados em 2019 para US$ 983 milhões em 2020. O segmento é uma parte vital dos negócios da Disney e foi responsável por 37% dos US$ 69,6 bilhões da receita total da empresa no ano passado. 

Após a divulgação da decisão, as ações da empresa chegaram a cair 2% após o fechamento do mercado americano no pregão desta terça-feira (29).

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.