Proventos

Cielo aprova JCP de R$ 165 milhões e mais 5 empresas anunciam proventos; saiba como aproveitar

Mês de dezembro está repleto de empresas distribuindo dividendos

SÃO PAULO – A Cielo (CIEL3) anunciou que seu Conselho de Administração aprovou o pagamento de R$ 165 milhões em juros sobre capital próprio. O montante corresponde a R$ 0,06097485434 por ação, equivalente a um dividend yield (dividendo pago por ação em relação ao valor do papel) de 0,65%.

No dia 29 de novembro, porém, a companhia já tinha anunciado o pagamento de dividendos referentes ao terceiro trimestre de 2019, no montante de R$ 722,5 milhões. O valor final por ação é de R$ 0,26618931881. Somados, o dividend yield total é de 3,5%. 

Segundo a companhia, os JCP serão pagos no dia 11 de março de 2019 e, para garantir o recebimento deste provento, o acionista deve ter o papel em sua custódia até o fechamento do pregão do dia 19 de dezembro deste ano, o que corresponde a “data com” dos direitos, ao passo que no dia 20 de dezembro as ações serão negociadas “ex-juros”, ou seja, quem investir a partir desta data não conseguirá receber tais dividendos.

PUBLICIDADE

Desta forma, se você já investe em ações e quer aproveitar esse dividendos, deve comprar o papel e segurar até a próxima quarta-feira em sua carteira, mas se está em busca de um bom dividendo neste final de ano e ainda não tem conta em uma corretora, essa pode ser sua porta de entrada no mercado financeiro.

O primeiro passo para investir é abrir uma conta em uma corretora de valores credenciada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Lembre-se que é importante escolher aquela com custos operacionais mais baixos e que lhe oferecerá maior rentabilidade – como a Clear, que oferece taxa zero para corretagem de ações.

Uma vez com a conta aberta, basta transferir o dinheiro a ser investido de sua conta corrente para a conta da corretora e enviar uma ordem de compra de ações da empresa, informando a quantidade de ações a ser comprada.

Para garantir o dividendo da Cielo, é preciso segurar o papel até quinta-feira (20), justamente a “data-ex” do provento.

Radar de Proventos

Itaúsa (ITSA4): A companhia pagará juros sobre o capital próprio no valor de R$ 0,0081 por ação. Os papéis ficarão “ex” na próxima terça-feira (18).

Taesa (TAEE11): O conselho da companhia também aprovou o pagamento de proventos. Eles serão no valor de R$ 0,3993 por ação, com data “ex” em 18 de dezembro.

PUBLICIDADE

Klabin (KLBN11): A empresa pagará JCP (Juros Sobre Capital Próprio) no montante de R$ 250 milhões, o equivalente a R$ 0,2375 por unit (ou R$ 0,0475 por ação), com data “ex” em 21 de dezembro.

Copel (CPLE6): O conselho da companhia aprovou pagamento de juros sobre o capital próprio no montante total de R$ 280 milhões, o equivalente a R$ 1,0727 por ação preferencial de classe “B”, com data “ex” em 28 de dezembro.

Tenda (TEND3): A companhia distribuirá R$ 25 milhões, R$ 0,5106 por ação, aos investidores que mantiverem os papéis em carteira até o fechamento da próxima segunda-feira (17).

Seja sócio e ganhe dividendos das melhores empresas do paísabra sua conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!