Forte alta

Cesp não renovará concessões e ações disparam no fim do pregão

Fonte ouvida pela InfoMoney diz que conselho recusa antecipar renovações de concessões; ação chega a disparar quase 10%

arrow_forwardMais sobre

*Atualizada às 17h15 (horário de Brasília)

SÃO PAULO – As ações da Cesp (CESP6) aceleram os ganhos no final desta tarde e registram forte alta. Segundo uma fonte ouvida pela InfoMoney e que preferiu não se identificar, a empresa optou por não renovar antecipadamente as concessões de energia.

A reunião do conselho de administração chegou ao fim há pouco tempo, mas a empresa somente deverá comunicar o fato oficialmente após o fechamento do mercado.

Às 17h10 (horário de Brasília), a valorização das ações era de 8,83%, aos R$ 18,99, contra os ganhos de 1,18% do Ibovespa.

Na máxima do dia, o papel chegou a 9,68%, aos R$ 19,14. Alguns minutos antes, por volta das 15h40, a alta era bem mais modesta: 4,01%, aos R$ 18,15. Lembrando que a partir desta segunda-feira (3) o Ibovespa passa a encerrar as negociações às 17h30.

A decisão vem em linha com as declarações do secretário de Energia de São Paulo, José Aníbal, ao blog do Guilherme Barros, da IstoÉ Dinheiro, durante o fim de semana.

Ele disse ao blog que as indenizações propostas pelo governo, de R$ 1,8 bilhão para as usinas da Cesp, são consideravelmente abaixo dos R$ 6,1 bilhões calculados pelo Estado.

Cteep e Eletrobras amenizam perdas
Conselheiros da Cteep (TRPL4) e da Eletrobras (ELET3, ELET6) também se reuniram nesta segunda, mas decidiram por renovar as concessões. As ações da primeira chegaram a despencar mais de 10% durante o pregão, mas agora mostram uma queda menor, de 3,39%, aos R$ 30,19.

As ações da Eletrobras também se desvalorizam. As preferenciais caem 0,41%, aos R$ 9,61, enquanto as ordinárias recuam 2,35%, aos R$ 7,47, também se recuperando sobre a desvalorização superior a 4% registrada durante o pregão.

PUBLICIDADE