Energia

Cemig não renova contrato de usinas de geração de energia

Em comunicado ao mercado, companhia afirmou que renovou contrato por trinta anos apenas de subsidiária de transmissão

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O conselho de administração da Cemig (CMIG4) optou por não assinar contrato com o Ministério de Minas e Energia para renovação por trinta anos de suas concessões de energia, informou a companhia em comunicado ao mercado enviado nesta terça-feira (4).

Desta forma, os ativos de geração de energia não tiveram seus contratos renovados. O Conselho de Administração deliberou pela não renovação das concessões de dezoito usinas hidrelétricas da empresa, cujos contratos de concessão expiram nos próximos anos.

A Cemig informou que irá convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para que os acionistas possam referendar a decisão tomada pelo Conselho.

“Essa decisão reflete o compromisso da companhia para com os acionistas, empregados e demais partes interessadas na manutenção da sustentabilidade e do crescimento da empresa”, concluiu a companhia.

A empresa, porém, optou por aceitar as novas condições para os seus ativos de transmissão de sua subsidiária Cemig Geração e Transmissão, renovando-as pelos próximos 30 anos.