Mais receita

Caixa anuncia modelo de negócio focado em empresas médias

Estrutura engloba nova segmentação de clientes do atacado e abertura de unidades de atendimento exclusivo

Caixa Econômica Federal

SÃO PAULO – A Caixa Econômica Federal anunciou um modelo de negócios focado nos clientes do atacado.

O banco, que está buscando diversificar suas receitas, explicou que modelo envolve uma segmentação de clientes, ampla oferta de produtos e serviços, abertura de unidades de atendimento exclusivo com equipe especializada e foco em setores que a Caixa possui forte atuação, como infraestrutura, construção civil e agronegócio

O objetivo é ampliar os negócios com as empresas médias, enquanto que, para as grandes empresas, o foco será operações de mercado de capitais e apoio a projetos de infraestrutura.

PUBLICIDADE

A carteira de clientes do atacado abrange atualmente mais de 20 mil empresas, com créditos da ordem de R$ 75 bilhões, com destaque para as carteiras de infraestrutura, com saldo de R$ 43 bilhões.

A Caixa espera em três anos alterar a composição da sua carteira de credito do atacado, hoje concentrada nas grandes companhias.

Dentro dessa estratégia, o banco abriu 59 escritórios distribuídos em todas as regiões do país, sendo 51 unidades ao atendimento do segmento de empresas médias – formado por empresas entre R$ 30 e R$ 500 milhões de faturamento bruto fiscal anual, e 8 unidades especificas para o segmento corporativo, empresas com faturamento anual acima de R$ 500 milhões.

Para realizar o atendimento do mercado de atacado, além da rede de atendimento específica, o banco selecionou 1.200 funcionários que se dedicarão exclusivamente ao relacionamento e desenvolvimento de soluções para os clientes do segmento.

Segundo Eduardo Dacache, vice-presidente de Atacado, o modelo possibilita ao banco tornar-se ainda mais competitivo no mercado.

“Essa estrutura incrementa a capacidade negocial e operacional da Caixa para ampliar negócios com médias e grandes empresas, garantindo competitividade na execução da estratégia de negócios do banco”, disse.

PUBLICIDADE

Entre as prioridades da estratégia, está a ampliação de soluções de cash management. “Vamos entregar mais valor ao cliente e com isso capturar resultado para o banco”, afirmou o vice-presidente.

Dacache comenta, ainda, que a Caixa busca a liderança no mercado de middle market. “Queremos nos consolidar como banco da média empresa, aumentando a participação nos negócios dentro desse nicho, com a oferta completa de produtos e serviços e atendimento segmentado, focada nas necessidades desse mercado”, afirmou.

Ainda, está sendo revisitada a estratégia de Tesouraria. Para o banco, entende que para ampliar a participação da Caixa no mercado de capitais, a área terá um papel importante para o relacionamento com as companhias de capital aberto e com as demais instituições financeiras.

Atendimento private 

O banco se prepara ainda para implantar uma rede private para o atendimento aos grandes investidores Pessoa Física, seguindo os modelos já adotados por outros bancos do mercado – como o Itaú Personnalité ou Santander Select.

“A Caixa já possui um time que atende às exigências em termos de certificação para o mercado private e vamos, neste ano, intensificar o treinamento e adequar nosso portfólio às exigências dos clientes” afirmou Dacache.

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra uma conta na XP – é de graça.