Tragédia

BW informa 5 mortos em explosão em navio a serviço da Petrobras; Marinha abre inquérito

Quatro trabalhadores ainda estão desaparecidos, informa BW Offshore; explosão também feriu dez trabalhadores, dos quais dois estão em estado crítico

A explosão a bordo do navio plataforma FPSO Cidade de São Mateus na costa do Espírito Santo, que ocorreu na quarta-feira, causou a morte de cinco pessoas, sendo que quatro trabalhadores ainda estão desaparecidos, informou a norueguesa BW Offshore, proprietária da embarcação, em um comunicado nesta quinta-feira.

A FPSO Cidade de São Mateus, que armazena e produz petróleo e gás, estava trabalhando para a Petrobras (PETR3;PETR4). A explosão também feriu dez trabalhadores, dos quais dois estão em estado crítico.

A BW Offshore fechou a plataforma e todos os funcionários foram retirados da unidade.

PUBLICIDADE

A Cidade de São Mateus estava operando nos campos de Camarupim e Camarupim Norte, no litoral do Espírito Santo.

A Marinha do Brasil, por meio da CPES (Capitania dos Portos do Espírito Santo), informou que será aberto um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), para esclarecer as causas e responsabilidades pelo ocorrido na plataforma. “O prazo para a conclusão do inquérito é de 90 dias”, diz a nota.

(Com Reuters)