Rebelde?

Boeing não vai aguardar aprovação de autoridades para voltar a produzir o 737 MAX

Calhoun deu a declaração em sua primeira conferência desde que assumiu o mais alto cargo da fabricante de aeronaves

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A retomada da produção do Boeing 737 MAX se dará antes mesmo do órgão regulador aéreo americano, a FAA, liberar os voos com a aeronave, afirmou o CEO da companhia, Dave Calhoun, nesta quarta-feira (22).

Calhoun deu a declaração em sua primeira conferência desde que assumiu o mais alto cargo da fabricante de aeronaves.

Ele disse que é importante retomar a produção o mais cedo possível, mas não forneceu data. De acordo com informações da CNN, respondeu a uma pergunta em que deu a entender pensar em algo entre dois e três meses a partir de agora.

Aprenda a investir na bolsa

No ano passado, a Boeing manteve a montagem dos 737 MAX mesmo após a proibição dos voos em março. A pausa ocorreu apenas na semana passada. O modelo protagonizou dois acidentes que mataram 346 pessoas.

Em comunicado mais cedo nesta semana, a companhia disse esperar aprovação dos reguladores para voar com o modelo em “meados deste ano”.