Modelo híbrido

BlackRock permitirá que vacinados voltem ao escritório em julho

Gestora mudou política após funcionários anunciarem que se sentiriam melhor em voltar ao escritório se seus colegas fossem vacinados

(Bloomberg) – A BlackRock está ajustando seus planos para que os funcionários dos EUA voltem ao escritório, permitindo que apenas aqueles totalmente vacinados retornem a partir do mês que vem.

A maior gestora de ativos do mundo disse que os funcionários sediados nos Estados Unidos que foram vacinados contra a Covid-19 podem retomar o trabalho presencial em julho e agosto, se quiserem, de acordo com memorando da empresa sediada em Nova York.

Funcionários não vacinados não são permitidos no escritório, disse o memorando. Todos os funcionários deverão relatar seu estado de vacinação até 30 de junho.

A empresa disse que fornecerá uma atualização para funcionários não vacinados ainda neste verão. A empresa já anunciou que planeja trazer funcionários de volta ao escritório em setembro, permitindo algum trabalho remoto.

Empresas em Wall Street estão avaliando como trazer de volta os trabalhadores, com algumas – como Goldman Sachs – assumindo uma postura mais ambiciosa sobre o retorno, e outras – como a BlackRock – buscando uma abordagem híbrida.

A BlackRock mudou sua política depois de receber feedback de funcionários que disseram que se sentiriam melhor em voltar ao escritório se seus colegas fossem vacinados.

As mudanças vêm com a desaceleração das taxas de vacinação em todo o país, indicando que a maioria dos adultos norte-americanos que deseja já recebeu uma dose.

O governador Andrew Cuomo suspendeu as restrições da pandemia no estado de Nova York no início deste mês, dizendo que 70% da população adulta já recebeu pelo menos uma dose da vacina.

As estratégias dos melhores investidores do país e das melhores empresas da Bolsa, premiadas num ranking exclusivo: conheça os Melhores da Bolsa 2021

PUBLICIDADE