Corrida espacial

Bilionário Richard Branson conclui viagem ao espaço

Britânico protagoniza corrida espacial com Jeff Bezos e Elon Musk

(Reprodução/YouTube)

(ANSA) – A corrida espacial dos bilionários ganhou mais um capítulo neste domingo (11), com a viagem do britânico Richard Branson, fundador do grupo Virgin, a mais de 80 quilômetros de altitude.

Esse patamar é considerado o limiar da fronteira espacial por algumas organizações, embora o tema seja motivo de controvérsia.

Branson, 70 anos, não é o primeiro bilionário a chegar ao Espaço, mas é o primeiro a fazer isso com sua própria empresa.

A VSS Unity decolou horizontalmente do espaçoporto da Virgin Galactic em um deserto do Novo México (EUA), carregado por um avião até cerca de 15 quilômetros de altitude. Neste ponto, a nave se desacoplou e subiu até mais de 80 quilômetros com propulsores próprios.

“É um sonho maravilhoso”, disse Branson ainda a bordo da VSS Unity. Após atingir seu objetivo, a nave começou a cair, e os passageiros puderam simular uma experiência de gravidade zero.

O voo terminou com a VSS Unity pousando como um avião convencional no espaçoporto da Virgin, após ter atingido uma altura máxima de cerca de 86 quilômetros.

Leia também:
Richard Branson: Quem é CEO rockstar que criou o conglomerado Virgin com marketing ousado e muita disposição ao risco

Esse objetivo era buscado por Branson desde 2004, quando ele fundou a Virgin Galactic para oferecer viagens turísticas ao Espaço. O bilionário viajou acompanhado de três funcionários da empresa aeroespacial: Beth Moses, instrutora dos astronautas da Virgin, o engenheiro-chefe Colin Benett e a engenheira espacial Sirisha Bandla.

Bezos

O voo patrocinado por Branson antecipa em uma semana a viagem espacial organizada por outro bilionário, o americano fundador da Amazon, Jeff Bezos.

PUBLICIDADE

O magnata vai embarcar em uma nave de sua empresa Blue Origin com o objetivo de superar os 100 quilômetros de altitude, 20 a mais que a VSS Unity.

Para a Agência Federal de Aviação dos EUA, a fronteira espacial está a 80 quilômetros de altitude, mas outros órgãos internacionais consideram que o Espaço começa apenas na Linha de Kármán, 100 quilômetros acima do nível do mar.

Além disso, a nave da Blue Origin usará um foguete como propulsor até o Espaço e vai decolar verticalmente, de forma mais parecida com as espaçonaves tradicionais. Bezos irá ao espaço com seu irmão Mark, a pioneira da aviação Wally Funk, de 82 anos, e uma pessoa misteriosa que pagou US$ 28 milhões para estar no voo.

Tanto a Virgin Galactic quanto a Blue Origin operam com foguetes suborbitais, ou seja, sem velocidade suficiente para escapar da gravidade da Terra. Já a SpaceX, do bilionário Elon Musk usa foguetes orbitais, tanto que já levou uma nave até a Estação Espacial Internacional. (ANSA)

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.