Conservadorismo

Banco do Brasil fica mais conservador enquanto economia se deteriora

Parte das ações inclui uma migração rumo a segmentos de empréstimo de menores retornos e menos arriscados como crédito imobiliário, disse Bernardo Rothe, diretor de relações com investidores da instituição financeira

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Banco do Brasil (BBAS3) disse nesta sexta-feira que seus esforços para reclassificar alguns créditos de sua carteira não estiveram somente relacionados ao aumento dos calotes, mas a uma abordagem mais conservadora enquanto a economia desacelera.

Parte das ações inclui uma migração rumo a segmentos de empréstimo de menores retornos e menos arriscados como crédito imobiliário, disse Bernardo Rothe, diretor de relações com investidores da instituição financeira, durante teleconferência sobre os resultados do trimestre.