Desastre

Ataque cibernético contra banco dos EUA afetaria 38% do sistema

Os autores estimaram os limites observando as flutuações dos níveis de reserva de cada banco durante 2018

(Bloomberg) — Um ataque cibernético contra um dos maiores bancos dos Estados Unidos poderia afetar a liquidez de quase 40% do sistema bancário do país, segundo uma análise do Federal Reserve de Nova York.

A equipe do Fed analisou um evento cibernético hipotético que afetaria a capacidade de qualquer banco de enviar pagamentos por um dia. Se a empresa afetada fosse uma das cinco principais em volume de pagamentos diários, 6% de todos os bancos violariam seus limites de reserva no final do dia, segundo a equipe. O volume seria equivalente a cerca de 38% do total de ativos no sistema bancário, de acordo com o estudo publicado na semana passada.

Os autores estimaram os limites observando as flutuações dos níveis de reserva de cada banco durante 2018. As empresas definem esses níveis internamente com base nas várias regras de liquidez. Como a maioria dessas regras não exige conformidade diária, mas é baseada em médias trimestrais, violar o limite em um único dia não resultaria necessariamente que um banco estivesse em conflito com uma regra de liquidez. O ataque cibernético pode durar muito mais que um dia, e o impacto na empresa e no sistema poderia aumentar, de acordo com o estudo.

PUBLICIDADE

Em um estudo semelhante publicado em junho de 2019 sobre o impacto de liquidez de um ataque cibernético, Darrell Duffie, da Universidade Stanford, e Joshua Younger, do JPMorgan Chase, revelaram que os 12 maiores bancos dos EUA possuíam ativos líquidos suficientes para cobrir perdas de fundos no atacado durante essa invasão. Embora os maiores bancos sobrevivessem ao ataque, os danos ao sistema de pagamentos do país ainda poderiam ter consequências negativas para o crescimento econômico, concluíram Duffie e Younger.

O estudo do Fed de Nova York usou dados confidenciais do Fedwire Funds Service, a rede doméstica de pagamento em dinheiro para cerca de 5,5 mil empresas financeiras, principalmente bancos dos EUA. O sistema libera cerca de US$ 3 trilhões em transferências diárias e fica aberto 21,5 horas por dia, sete dias por semana. O Fedwire opera cerca de 700 mil transações por dia.

Proteja seu patrimônio: invista. Abra uma conta gratuita na XP.