Medidas de prevenção

Apple fecha todas as suas lojas fora da China até 27 de março por coronavírus

A empresa tem cerca de 500 lojas oficiais ao redor do mundo, incluindo centenas nos Estados Unidos

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Apple anunciou que fechará todas as suas lojas oficiais fora da China. A decisão é mais um exemplo de como as companhias estão agindo para tentar retardar o avanço do coronavírus.

A empresa informou que as lojas ficarão fechadas até 27 de março. A loja on-line da Apple continuará funcionando.

Funcionários continuarão sendo pagos, e trabalhadores poderão trabalhar remotamente se suas funções permitirem, de acordo com Tim Cook, CEO da companhia.

Aprenda a investir na bolsa

Leia mais:
Com avanço do coronavírus, São Paulo cancela eventos e suspende aulas
Lollapalooza é adiado; ação da T4F cai 6% em dia de forte alta da Bolsa

Num comunicado divulgado neste sábado, Cook afirmou que a empresa aprendeu com o surto na China e, por isso, decidiu tomar essas medidas. “Uma das lições é que a maneira mais eficaz de minimizar o risco de transmissão do vírus é reduzir a concentração de pessoas e maximizar a distância social.”

A Apple tem cerca de 500 lojas oficiais ao redor do mundo, incluindo centenas nos Estados Unidos. Na China, as 42 lojas da empresa ficaram fechadas por mais de um mês. Foram reabertas nesta semana,

Com Agência Estado

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!