Mais problemas pra Tesla

Após Walmart, Amazon culpa painel solar da Tesla por incêndio

Na sexta-feira, a Amazon.com disse que um incêndio em junho de 2018 no teto de uma loja envolveu um sistema solar instalado pela SolarCity, uma divisão da Tesla

(Bloomberg) — O Walmart não foi a única empresa que viu seus painéis solares da Tesla pegarem fogo.

Na sexta-feira, a Amazon.com disse que um incêndio em junho de 2018 no teto de um dos seus depósitos em Redlands, na Califórnia, envolveu um sistema solar instalado pela SolarCity, uma divisão da Tesla.

A gigante do varejo, com sede em Seattle, disse por e-mail que, desde então, tomou medidas para proteger suas instalações e não planeja instalar outros sistemas da Tesla.

PUBLICIDADE

Dias antes, o Walmart havia informado que abriu um processo contra a Tesla, acusando a empresa de instalar painéis de baixa qualidade que teriam causado incêndios em mais de meia dúzia de lojas.

Invista seu dinheiro com quem conhece do assunto. Abra sua conta na XP Investimentos 

As queixas ameaçam afetar ainda mais os negócios de energia solar da Tesla, em um momento em que a empresa tenta recuperar participação de mercado.

O Walmart e a Tesla divulgaram comunicado conjunto na quinta-feira, dizendo que estavam em negociações para resolver o problema.

“Ambas as empresas querem que todos sistemas funcionem de maneira confiável, eficiente e segura”, diz o comunicado.

Na queixa apresentada na terça-feira, o Walmart informou que alugou ou licenciou painéis para 240 lojas da unidade de energia da Tesla. Dois dos incêndios do Walmart ocorreram em maio de 2018.

PUBLICIDADE

A Amazon informou que possui um número muito pequeno de sistemas solares instalados pela Tesla.

Mais conhecida por seus carros elétricos, a Tesla comprou a instaladora de painéis SolarCity há três anos em um polêmico negócio de US$ 2,6 bilhões. O presidente da SolarCity na época era o primo do CEO da Tesla, Elon Musk, que, por sua vez, era presidente do conselho da SolarCity.

Também na semana passada, o Business Insider informou que a Tesla havia iniciado um plano para substituir uma peça defeituosa usada em alguns de seus sistemas de painéis solares no ano passado. Não ficou claro se os problemas com o componente conhecido como “conector” afetaram as instalações do Walmart ou da Amazon.

A Tesla disse em resposta à reportagem do Business Insider que alguns conectores fabricados pela Amphenol apresentaram “falhas e desconexões em uma taxa mais alta do que nossos padrões permitem”. No último ano, a empresa disse que menos de 1% dos locais com esses conectores apresentaram problemas.

Em comunicado no domingo, a Amphenol negou que seus produtos tenham causado os incêndios.

“Não temos motivos para acreditar que os produtos da Amphenol sejam a causa de qualquer problema relacionado às reclamações feitas pelo Walmart contra a Tesla”, disse a empresa de Wallingford, Connecticut. “Garantimos a qualidade de nossos produtos.”