Petróelo

ANP autoriza operação de unidades e tanques na Refinaria Abreu e Lima, da Petrobras

Foi autorizada a operação de oito unidades de processo, incluindo unidades de hidrotratamento de diesel e de nafta, além de vinte tanques de petróleo, diesel, nafta, óleo combustível, entre outros

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou a operação de diversas unidades de processo e tanques na Refinaria Abreu e Lima, da Petrobras (PETR3; PETR4), segundo publicação no Diário Oficial da União nesta quinta-feira.

Foi autorizada a operação de oito unidades de processo, incluindo unidades de hidrotratamento de diesel e de nafta, além de vinte tanques de petróleo, diesel, nafta, óleo combustível, entre outros.

“A carga processável fica limitada a 11.765 metros cúbicos por dia (64 por cento da capacidade nominal) até que a Unidade de Abatimento de Emissões U-93 esteja em perfeito funcionamento”, afirmou o texto de autorização da ANP.

Aprenda a investir na bolsa

A Petrobras iniciou em dezembro de 2014 a produção de derivados de petróleo na Refinaria Abreu e Lima, cujos custos de construção saíram bem acima do inicialmente estimado, dando sequência ao seu plano para aumentar a produção nacional de combustível.

Em março deste ano, a Petrobras informou ter iniciado atividades na Unidade de Coqueamento Retardado da refinaria, ampliando a operação para todos os equipamentos do controverso empreendimento de refino da estatal em Pernambuco.