Agora vai?

Amazon volta a atingir US$ 1 trilhão em valor de mercado

O marco também amplia ainda mais a riqueza de Jeff Bezos, CEO da Amazon

SÃO PAULO – Após surpreender o mercado na quinta-feira (30) e ver suas ações dispararem por conta dos resultados atingidos no último trimestre, a Amazon conseguiu fechar o pregão desta terça-feira (4), valendo mais que US$ 1 trilhão.

As ações fecharam em alta de 2,3%, com a multinacional de tecnologia terminando o dia com um valor de mercado de US$ 1,021 trilhão.

A primeira vez que a empresa, fundada por Jeff Bezos, chegou aos 13 dígitos em foi setembro de 2018, mas não conseguiu permanecer acima do nível até o final do pregão. A empresa também se aproximou do valor em julho de 2019, mas sem sucesso no final.

PUBLICIDADE

Com o resultado de hoje, a Amazon se torna a quarta ação dos EUA a fechar com essa avaliação, após a Apple Inc., Microsoft Corp. e Alphabet Inc., que ingressaram no clube de elite pela primeira vez no mês passado. Mundialmente, a lista também inclui a Saudi Aramco, empresa nacional de petróleo da Arábia Saudita, que atualmente possui um valor de mercado de cerca de US$ 1,8 trilhão.

O marco também amplia ainda mais a riqueza de Jeff Bezos, CEO da Amazon, que possui mais de 11,5% das ações em circulação da Amazon, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. Bezos, o homem mais rico do mundo, tem um patrimônio líquido de cerca de US$ 124 bilhões.

Seja sócio das maiores empresas da Bolsa sem pagar corretagem. Abra uma conta na Clear.