Comércio eletrônico

Amazon mira rivais com plano de serviço de montagem de móveis

A Amazon planeja lançar o serviço no estado da Virgínia e em dois outros mercados, disse uma das pessoas, que pediu anonimato

Amazon Mobile
(Shutterstock)

A Amazon.com testa um serviço premium que permite aos clientes optarem pela montagem dos móveis ou eletrodomésticos assim que são entregues, segundo pessoas a par do plano.

A medida, se adotada em larga escala, ajudaria a maior varejista online do mundo a competir de forma mais eficaz com a Wayfair, Best Buy, Home Depot e Lowe’s, que oferecem opções semelhantes.

A Amazon planeja lançar o serviço no estado da Virgínia e em dois outros mercados, disse uma das pessoas, que pediu anonimato. A empresa atualmente oferece entrega programada de grandes itens – como beliches e esteiras – para um cômodo específico da casa de um cliente. Mas os clientes costumam ficar desapontados quando os entregadores deixam as compras desmontadas em grandes caixas.

A Amazon não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

O novo serviço exige que os motoristas desembalem e montem os itens, retirem a embalagem e levem o item de volta se o cliente não estiver satisfeito, segundo apresentação revisada pela Bloomberg. Anteriormente, os clientes tinham que agendar um fornecedor diferente em outro horário para montar o produto, supondo que a oferta do serviço estivesse disponível.

Um vídeo de treinamento mostra a entrega de um conjunto de cama e colchão, além de um sofá e pufe, que são bastante simples de montar. Os motoristas poderiam ser treinados para instalar aparelhos como máquinas de lavar, secar e lava-louças, segundo uma das pessoas, o que representa uma ameaça específica para Home Depot, Lowe’s Cos e Best Buy, que também comercializam eletrodomésticos com serviços de instalação.

A nova oferta simplifica o atual Amazon Home Services, disponível em um número limitado de cidades e que permite aos clientes contratarem terceirizados por meio do site da empresa para montar móveis ou instalar ventiladores de teto e televisores de parede, por exemplo. O novo serviço foi projetado para tornar a entrega mais conveniente, barata e fácil de gerenciar para a Amazon, disse uma das pessoas.

A demanda por itens maiores, como mesas e cadeiras de escritório, aumentou durante a pandemia com milhões de pessoas confinadas em casa. Os clientes agora também se sentem mais à vontade para comprar itens caros online, já que antes preferiam ir a uma loja onde pudessem se deitar nas camas ou sentar nos sofás.

As vendas online de móveis e utensílios domésticos subiram 41% em 2020, para US$ 36,1 bilhões, segundo a Coresight Research. As vendas devem continuar crescendo neste ano, embora de forma mais lenta, para US$ 37,3 bilhões. O aumento na demanda por grandes itens causou acúmulo de entregas e atrasos de semanas, criando uma oportunidade para a Amazon promover sua reputação de entrega rápida nesse segmento, como de móveis.

Ranking Melhores Fundos InfoMoney-Ibmec
Descubra quais são e como investem os melhores fundos de investimento do país:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE