Privatização

Alckmin afirma que privatização da Cesp não é cogitada

O plano do governo paulista com essa iniciativa, conforme noticiado pelo Broadcast desde o início do ano, é viabilizar à Cesp a participação minoritária em novos projetos

Aprenda a investir na bolsa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou nesta terça-feira, 07, que o governo paulista não cogita privatizar a Cesp (CESP6), empresa de geração de energia controlada pelo Estado. Os planos para a Cesp, segundo ele, caminham na direção contrária, na tentativa de fortalecimento da companhia.

“Não há nenhum estudo hoje para a privatização. O que tem é um esforço grande para novos investimentos. E por isso sancionamos a lei que permite a criação de SPEs”, disse Alckmin, em referência a um projeto que permite à estatal participar de sociedades de propósitos específicos.

O plano do governo paulista com essa iniciativa, conforme noticiado pelo Broadcast desde o início do ano, é viabilizar à Cesp a participação minoritária em novos projetos. A estatal poderia, dessa forma, atrair novos interessados em investir na geração de energia em São Paulo. Com a sanção da lei que permite a atuação da Cesp em SPEs, o primeiro passo da companhia deve ser a participação em consórcios interessados na construção de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

Aprenda a investir na bolsa