Energia

AES Tietê quer elevar preço-alvo da energia para R$ 120 por MWh até 2016

Fim do contrato com Eletropaulo permitirá, ainda, diversificar carteira de clientes, com foco no mercado livre

SÃO PAULO – A AES Tietê (GETI4) pretende elevar os preços da energia gerada para um patamar entre R$ 100 e R$ 120 por MWh (Megawatts-hora) até 2016, período em que vence o contrato com a distribuidora do grupo, a AES Eletropaulo (ELPL4) – até então o maior cliente da companhia.

O novo preço, contudo, deve entrar em vigor em contratos a serem firmados já este ano. “Hoje operamos num patamar menor que esse, mas, com a futura diversificação da carteira, será possível elevar os preços gradualmente”, informou o diretor presidente da companhia, Britaldo Soares, em teleconferência com analistas nesta segunda-feira (6).

A estratégia de diversificar a carteira terá como base o foco no mercado livre. “A partir de 2016 projetamos operar com uma carteira de clientes completamente nova”, complementou.

Para isso, a companhia pretende investir R$ 194 milhões até 2018 na modernização de suas usinas, conforme o guidance já divulgado. Após essa etapa, a AES Tietê planeja desembolsar cerca de R$ 50 milhões a R$ 60 milhões por ano com a manutenção de sua infraestrutura.