Combate ao coronavírus

Ação da Johnson & Johnson dispara até 9% na NYSE após anúncio de possível vacina para Covid-19

A empresa planeja fornecer mais de um bilhão de doses da vacina em todo o mundo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após informar que tem avançado no desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus, as ações da Johnson & Johnson registravam ganhos de 9% durante o pregão regular desta segunda-feira (30) na bolsa de valores de Nova York (NYSE).

As ações da maior empresa de saúde do mundo estão sendo negociadas acima de US$ 133, após a companhia divulgar um comunicado informando os progressos nos estudos de uma vacina experimental para Covid-19, que poderia estar pronta para uso emergencial em 2021.

A J&J disse que iniciará estudos clínicos em humanos da vacina  até setembro. Este é um “período de tempo substancialmente acelerado” comparado ao processo típico de desenvolvimento de vacinas, de acordo com a empresa.

Aprenda a investir na bolsa

A empresa planeja fornecer mais de um bilhão de doses da vacina em todo o mundo. Para isso, ela está ampliando sua capacidade de fabricação nos EUA e expandindo a estrutura física de suas fábricas em outros países.

Ela também anunciou mais de US$ 1 bilhão para financiar a pesquisa de vacinas em parceria com órgãos de pesquisa e saúde dos Estados Unidos.

Apesar do ganho desta segunda, com alta de 8,01%, as ações da companhia caíram cerca de 10% no acumulado do ano.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!