Milei troca chefe de gabinete em primeira mudança no governo argentino

Mudança no gabinete ocorre em um momento especialmente delicado para Milei, já que seu projeto de reforma está enfrentando novos obstáculos no Congresso

Reuters

Presidente argentino Javier Milei
 (Foto: Leandro Bustamante Gomez/Reuters)
Presidente argentino Javier Milei (Foto: Leandro Bustamante Gomez/Reuters)

Publicidade

BUENOS AIRES (Reuters) – Na primeira mudança no gabinete de seu governo de cinco meses, o presidente argentino Javier Milei aceitou a renúncia do chefe de gabinete Nicolás Posse na noite de segunda-feira, em meio a tensões sobre as reformas econômicas lançadas pelo governo.

Posse será substituído pelo atual ministro do Interior, Guillermo Francos, de acordo com um comunicado do governo.

A mudança no gabinete ocorre em um momento especialmente delicado para Milei, um economista libertário de extrema-direita, já que seu projeto de reforma está enfrentando novos obstáculos no Congresso e uma recuperação do mercado para os títulos do governo e a moeda local parece estar estagnada.

Continua depois da publicidade

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas.

Posse foi parte importante da equipe envolvida nas negociações da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI), juntamente com o ministro da Economia, Luis Caputo.

As reformas econômicas promovidas por Milei incluem planos de privatização de empresas estatais, além de outras medidas de austeridade destinadas a reverter uma crise econômica prolongada, marcada por uma inflação próxima a 300%.