Hamas quer que Israel se comprometa com um cessar-fogo permanente em Gaza

“Não podemos aceitar um acordo que não garanta e assegure um cessar-fogo permanente, uma completa retirada da Faixa de Gaza e uma troca realmente séria”, disse uma autoridade do grupo

Reuters

Osama Hamdan, do Hamas, participa de entrevista coletiva em Beirute (REUTERS/Mohamed Azakir)

Publicidade

O Hamas não pode aceitar um acordo a menos que Israel assuma um compromisso “claro” com um cessar-fogo permanente e uma retirada completa da Faixa de Gaza, disse uma autoridade sênior do grupo militante palestino nesta terça-feira (4).

O Catar, que ao lado de Estados Unidos e Egito está mediando as negociações entre Hamas e Israel, também pediu que os israelenses apresentem uma posição clara que tenha o apoio de todo o seu governo para chegar a um acordo.

“Não podemos aceitar um acordo que não garanta e assegure um cessar-fogo permanente, uma completa retirada da Faixa de Gaza e uma troca realmente séria”, disse Osama Hamdan, autoridade do Hamas, em entrevista coletiva pela televisão.

Continua depois da publicidade

Uma proposta em três fases apresentada pelo presidente dos EUA, Joe Biden, na sexta-feira (31), prevê um cessar-fogo de três semanas na primeira fase, durante o qual as forças israelenses se retirariam de “todas as áreas populadas” de Gaza e alguns reféns – incluindo idosos e mulheres – seriam libertados em troca de centenas de prisioneiros palestinos.

De acordo com o plano, Hamas e Israel negociarão, naquela mesma fase, um cessar-fogo permanente que Biden afirmou que duraria “enquanto o Hamas cumprir seus compromissos”.

Na segunda fase, segundo Biden, haveria uma troca de todos os reféns vivos, incluindo soldados homens, as forças israelenses se retirariam de Gaza e um cessar-fogo permanente começaria.

Continua depois da publicidade

Hamdan disse: “Israel quer apenas uma fase em que pega todos os seus reféns e depois retoma sua agressão e guerra contra nosso povo”.

“Pedimos que os mediadores consigam uma posição clara da ocupação israelense que se comprometa com um cessar-fogo permanente e uma completa retirada”, acrescentou.

O Hamas havia dito anteriormente que considerava o conteúdo da proposta positivo.

Tópicos relacionados