Biden considera pedidos de mandado de prisão para líderes israelenses “ultrajantes”

O procurador do TPI solicitou mandados de prisão contra o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, seu chefe de Defesa e três líderes do Hamas por supostos crimes de guerra

Reuters

Presidente dos EUA, Joe Biden (Foto: Nathan Howard/Reuters)

Publicidade

(Reuters) – A decisão do procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI) de pedir mandados de prisão contra líderes israelenses é “ultrajante”, disse nesta segunda-feira (20) o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

“E deixe-me ser claro: independentemente do que esse promotor possa sugerir, não há equivalência — nenhuma — entre Israel e o Hamas”, disse Biden em um comunicado.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos