Em mrvengenharia

Ação da MRV sobe quase 2%; forte geração de caixa gerou "dúvida boa" para empresa

Recomprar ações, distribuir dividendos ou investir no crescimento das operações seriam uma das alternativas da companhia com o caixa gerado no 3º trimestre, apontam analistas

MRV Engenharia Rio das Ostras
(Divulgação)

SÃO PAULO - Assim como mostraram seus dados prévios operacionais divulgados em 18 de outubro, o resultado final da MRV Engenharia (MRVE3) referente ao 3º trimestre do ano foi mais uma vez bem visto pelos analistas, que destacaram a forte geração de caixa e a redução na alavancagem da companhia. Isso inclusive levantou até uma "dúvida boa" para a empresa: o que fazer com esse caixa gerado?

Entre julho e setembro, a MRV teve uma geração de caixa de R$ 208 milhões, sendo o 4º trimestre consecutivo de geração de caixa crescente, destaca a equipe de análise da XP Investimentos. No 2º e 1º trimestres, ela havia gerado R$ 116 milhões e R$ 62 milhões, respectivamente, enquanto no 3T12 o caixa resultante havia sido de apenas R$ 12 milhões. A própria empresa informou que projeta uma geração de caixa estável. Aliado a isso, a relação dívida líquida/patrimônio líquido da construtora atingiu 33,8%, considerado pelos analistas da corretora como um grau de alavancagem "extremamente baixo".

Diante desse cenário de forte geração de caixa e baixo endividamento, o que fazer com esse capital gerado? Para a XP, com a companhia entrando num momento de maturidade, ela poderá recomprar mais ações, distribuir dividendos ou investir no crescimento das operações. "Acreditamos que a melhor alternativa seja a distribuição de dividendos aos acionistas", aponta a equipe da corretora.

A MRV realizará uma teleconferência ao mercado nesta terça-feira (12) às 12h (horário de Brasília) para falar sobre os resultados do 3º trimestre. A XP acredita que o foco da conversa ficará exatamente no que a empresa fará com o caixa gerado.

O reflexo destes números já pode ser visto na Bovespa na manhã desta terça. Segundo cotação das 10h45, as ações da MRV apresentavam alta de 1,57%, a R$ 9,05, sendo um dos principais destaques positivos do Ibovespa, que no mesmo horário recuava 0,11%. Vale lembrar que na véspera os papéis da construtora já haviam subido 3,60% diante da expectativa positiva acerca dos resultados.

Ações "interessantes"
Por fim, a corretora avalia os múltiplos fundamentalistas da empresa, apontando que os níveis que eles se encontram estão "interessantes para uma companhia que elevou a geração de caixa e reduziu o endividamento". Atualmente, a ação MRVE3 está sendo negociada com um P/L (Preço/Lucro) projetado para 2014 de 8,1x P/BV (Preço/Book Value) de 1x.

 

Contato