Em minhas-financas / turismo

Por que Portugal se tornou o queridinho de turistas de todo o mundo?

Estudo do portal buscador de preços Viajala mostra que as buscas por passagens aéreas para Lisboa tiveram crescimento de 435% neste ano

Portugal - Lisboa
(Shutterstock.com)

SÃO PAULO – No ano passado, Portugal foi eleito o Melhor Destino Turístico do mundo pelo World Travel Awards, um dos prêmios mais relevantes da indústria de turismo que aponta as tendências de viagem a cada ano.

Os números deixam claro que Portugal ganhou relevância neste cenário, especialmente quando se fala do Brasil: segundo o Barômetro 2018, estudo do portal buscador de preços Viajala, as buscas por passagens aéreas para Lisboa, capital portuguesa, tiveram crescimento de 435% neste ano em relação ao registrado em 2017.

Uma das explicações para esse crescimento “repentino” é o custo da viagem, que, se antes já era mais baixo em relação à média da Europa, ficou ainda mais  em conta após a crise da União Europeia de 2008. Não à toa, foi criado pela imprensa a sigla PIGS para designar os países cuja economia ia de mal a pior – Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha.

O fluxo de viagens para lá tem aumentado substancialmente desde então. Em 2007 o país recebeu 12,3 milhões de turistas, número que cresceu para 13,5 milhões em 2010.

Em 2017 o número foi recorde, de 20,6 milhões de turistas, graças a um investimento do governo português em publicidade para o turismo.

A campanha “Can’t skip Portugal” passava a ideia de que turistas não devem apenas “passar do lado” de Portugal, fazendo referência aos países vizinhos, mas sim também visitar o país. Ela foi bem-sucedida: o turismo do país foi responsável por um aumento de 19,4% nas receitas do país no ano passado, segundo o Instituto Nacional de Estatística – um total de 15,2 bilhões de euros de arrecadação.

Incentivos e medidas da maior companhia aérea de Portugal, a TAP, também ajudaram: ela implementou, poucos anos atrás, o esquema de “stop-over”, que permite aos turistas passarem alguns dias em Portugal como uma “conexão prolongada” antes de partirem para seu destino, sem nenhum custo adicional na passagem.

Todos esses fatores fizeram com que Portugal deixasse de ser um país “de passagem” para se tornar, de fato, um destino turístico.

O Brasil
Falando especificamente de brasileiros, o turismo para Portugal apresentou crescimento por conta da facilidade linguística, entre outros motivos. “Para alguns brasileiros é mais fácil viajar para Portugal, um país em outro continente, do que a Argentina, país vizinho, por conta da língua. Eles se sentem mais seguros e estão dispostos a viajar mais tempo para isso”, disse Rodrigo Martins, diretor geral do Brasil da Viajala.

Vale dizer que o crescimento na busca de passagens para Portugal se dá também por outro motivo: o também crescente número de brasileiros que deixam seu país de origem para tentar a vida em terras lusitanas. No ano passado, mais de 80 mil pessoas deixaram o Brasil com destino à Portugal, e lá já formam a maior colônia de estrangeiros residentes, de acordo com dados do Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo 2017, divulgado pelo SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) do país.

Brasileiros também foram os que mais tiveram a cidadania portuguesa concedida em 2016. Por conta disso, tem se tornado cada vez mais comum que brasileiros sejam barrados na imigração portuguesa, mesmo que estejam viajando somente a turismo e tenha documentos que comprovem isso: em outubro deste ano, o número de brasileiros barrados teve alta de 74% em comparação ao mesmo período de 2017. 

Invista melhor o seu dinheiro. Abra sua conta na XP Investimentos.  

Neste ano, Portugal foi o único destino internacional que entrou para a lista dos favoritos dos brasileiros -- segundo Rodrigo, nos últimos anos os gastos de brasileiros com viagens e turismo vêm caindo cada vez mais, uma “consequência” da crise econômica enfrentada pelo país, e os levou a optar por destinos nacionais.

 

Contato