Conteúdo editorial apoiado por

Silicone, gravidez e proteção às despesas: como seguro garante bem-estar às mães?

Setor se especializa em produtos para suprir demandas específicas de mulheres com filhos; veja

Gilmara Santos

Publicidade

As mulheres representam 51,5% (104.548.325) da população brasileira, mas recebem 19,4% a menos que os homens. Mesmo assim, segundo a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), o número de lares com mulheres na chefia da família cresceu 73%, entre 2012 a 2022, passando de 22,2 milhões para 38,3 milhões.

Neste domingo (13), as mulheres que são mães têm data cativa no calendário. De olho nelas, o setor de seguros vem criando produtos para atender as necessidades específicas delas, com assistências e coberturas em momentos cruciais como a gravidez.

Além de produtos voltados à gravidez, um período sensível para a mulher, o mercado já conta com indenização à segurada que teve diagnóstico de câncer de mama, e condições especiais em produtos já existentes.

Continua depois da publicidade

A Caixa Seguridade, por exemplo, administra o Prev Mulher, que conta com o benefício chamado gravidez premiada. Em caso de gestação múltipla (gêmeos, trigêmeos ou mais), resultante de concepção natural, a beneficiária recebe um prêmio de R$ 50 mil no nascimento dos bebês.

A companhia também possui o Rapidex Mulher, com uma prateleira de assistências às consumidoras. O produto disponibiliza:

Existem outras coberturas ligadas ao amparo da renda da mulher e até para despesas em procedimentos cirúrgicos que são mais realizados por elas, como o implante de próteses de silicone.

Continua depois da publicidade

Do silicone à renda

A Marsh Brasil tem coberturas exclusivas para mulheres, como seguro que garante a renda de profissionais autônomas, quando os filhos ficam doentes e elas não podem exercer suas atividades; e proteção para despesas em caso de problemas com próteses de silicone ou checkup básico de exames femininos por ano.

Outra proteção securitária com muita aderência entre as mulheres é o bolsa protegida. A modalidade cobre todo o conteúdo da bolsa (a própria bolsa, óculos, celular, documentos e maquiagem) em caso de roubo ou furto qualificado.

Responsáve por 50% das vendas do seguro de vida individual da Tokio Marine, o público feminino busca produtos com coberturas de morte, invalidez por acidente, doenças graves, diagnóstico de câncer e também os que incluam serviços importantes para facilitar o dia a dia.

Continua depois da publicidade

Entre os produtos oferecidos pela seguradora está o Tokio Marine Vida Individual Mulher, que contempla coberturas exclusivas ao público feminino, como diagnóstico de câncer de mama, útero, ovário e trompas.

Gilmara Santos

Jornalista especializada em economia e negócios. Foi editora de legislação da Gazeta Mercantil e de Economia do Diário do Grande ABC