Mais uma categoria

Servidores do Tesouro vão parar no dia 13, diz sindicato

Movimento pode atrasar as divulgações e os leilões de títulos públicos

Por  Estadão Conteúdo -

Os servidores do Tesouro Nacional decidiram, em assembleia realizada nesta terça-feira (5), manter a operação-padrão nos próximos dias. Além disso, a categoria fará nova paralisação total das atividades na quarta-feira (13).

O presidente da Unacon Sindical, Bráulio Santiago, afirmou que o movimento pode atrasar as divulgações e os leilões de títulos públicos.

Segundo ele, os comunicados que anunciam a transferência de recursos para os estados e os municípios foram divulgados com atraso.

Entretanto, não houve atraso no repasse do dinheiro aos entes da federação. “O Tesouro Nacional tem 23 coordenações. Todas elas estão discutindo que ações serão feitas para chamar a atenção do governo para a insatisfação dos servidores com a condução das negociações salariais”, disse.

Santiago ainda disse que as divulgações de estatísticas fiscais e de pareceres devem ser adiadas. Os servidores do Tesouro decidiram em assembleia realizar paralisações em 1º e 5 de abril.

A categoria quer um reajuste salarial mínimo de 19,9% e não aceita que apenas algumas carreiras sejam agraciadas com reestruturações. Apesar de agendar nova paralisação, a categoria ainda não deve entrar em greve.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe