Serasa: dívida média com bancos diminui e atinge R$ 1.371 até setembro

Além de apresentar o maior valor, dívidas nessa modalidade lideram o ranking, com 43,2% de participação no total

SÃO PAULO – Levantamento divulgado nesta quinta-feira (16) pela Serasa revela que as dívidas dos brasileiros com os bancos atingiram valor médio de R$ 1.371,35 entre janeiro e setembro deste ano, o que representa um aumento de 7,5% sobre o mesmo período de 2007.

Já as pendências com títulos protestados registraram um valor médio de R$ 951,99 nos nove primeiros meses de 2008. Frente ao mesmo período do ano anterior, percebe-se uma alta de 8,2%.

Cheques e cartões de crédito

Ainda de acordo com a entidade, o valor médio dos cheques sem fundos registrados no período chegou a R$ 677,64 – 12% a mais do que em 2007.

Em último lugar, aparecem as dívidas com cartões de crédito e financeiras, cuja média ficou em R$ 409,08 entre janeiro e setembro, quantia 10,9% superior à do mesmo período do ano anterior.

Participação

As dívidas com bancos ainda lideram o ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores nos nove primeiros meses do ano, de acordo com a tabela abaixo, que mostra a participação nos meses de janeiro a setembro de 2008 e de 2007:

Item20082007
Bancos43,2%39,1%
Cartão de Crédito e financeiras32,9%30,6%
Cheques sem fundo21,8%27,8%
Títulos protestados2,2%2,6%

Fonte: Serasa

Inadimplência

Nos oito primeiros meses deste ano, a inadimplência do consumidor subiu 7,6% sobre o mesmo período de 2007. É a maior alta registrada pelo levantamento da Serasa, desde o crescimento de 7,5% observado no primeiro bimestre de 2008.