Em minhas-financas / seguros

Proteste reprova três marcas de fogões por falta de segurança

Somente um fogão se mostrou seguro quanto à temperatura

Continental Novitá 5B - Piso
(Divulgação)

SÃO PAULO – O fogão é um dos eletrodomésticos mais utilizados pelos consumidores, porém ele pode representar um perigo para o usuário. A Proteste – Associação de Consumidores realizou, pelo terceiro ano consecutivo, alguns testes com os fogões de cinco bocas e reprovou três de dez marcas testadas.

Durante o teste, o modelo da Consul apresentou problemas na segurança térmica, por ultrapassar o limite que a legislação brasileira permite em temperaturas da lateral. E, no caso dos fogões da Esmaltec e Mueller houve vazamento de monóxido de carbono acima dos limites seguros. Os três modelos foram eliminados por conta disso.

De modo geral, os outros fogões analisados se saíram bem quanto à segurança mecânica, segurança elétrica e risco de tombamento. Porém, no quesito segurança térmica, na qual foram verificadas se há risco de o usuário se queimar ao encostar acidentalmente nas partes frontal e lateral do fogão, além da tampa de vidro, o resultado não foi satisfatório: somente o modelo da Continental foi considerado muito bom, sendo que todos os outros receberam nota “ruim”.

Veja abaixo o ranking de avaliação da Proteste sobre os fogões:

Modelo Marca Preço Pontuação
Fonte: Proteste
Novitá 5B - Piso Continental R$ 799 - R$ 1.050 72
Rainha Maxx 5B Clarice R$ 779 - R$ 1.099 62
76SRB Electrolux R$ 1.090 - R$ 1.899 61
Reale 5B Dako R$ 656 - R$ 899 60
Ative! Timer Brastemp R$ 1.099 - R$ 1.699 59
Gênova 5B Atlas R$ 649 - R$ 900 58
Cook 5B - Piso GE R$ 1.039 - R$ 1.299 57
Facilite CF676 Consul R$ 748 - R$ 1.199 Eliminado
Ilha Bela Esmaltec R$ 599  -  R$ 877 Eliminado
Piacere 5B - Piso Mueller R$ 616 - R$ 900 Eliminado

Procuradas pelo InfoMoney, a Whirlpool Latin America, que possui as marcas Brastemp e Consul,  afirma que não  reconhece  os  resultados apresentados. "Todos os nossos produtos são desenvolvidos e certificados de acordo  com  as normas vigentes no País, passam por rígido controle interno nos  23  laboratórios de tecnologia que a Whirlpool Latin America mantém em suas  unidades, e são validados pelo Inmetro. A metodologia utilizada pela empresa  não  foi compartilhada e, portanto, não temos conhecimento de como os resultados foram atingidos. Reiteramos nosso compromisso com a segurança dos nossos consumidores e respeito às normas brasileiras."

As demais marcas que foram eliminadas do teste  não se pronunciaram sobre o assunto até o momento da publicação desta matéria.

 

Contato