Intercâmbio

Quer estudar e trabalhar na Austrália? Brasil faz acordo que facilita intercâmbio; veja condições

Parceria permitirá que, anualmente, 500 jovens brasileiros entre 18 e 30 anos permaneçam no país da Oceania por até 12 meses

Por  Agência Brasil -

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) informou que foi assinado, nesta quinta-feira (31 de março), um memorando de entendimento entre o Brasil e o governo da Austrália sobre a emissão de vistos de trabalho e férias para estudantes brasileiros que fazem ou pretendem fazer intercâmbio naquele país da Oceania.

Segundo o Itamaraty, a partir do 1º de julho deste ano, quando entrará em vigor, o documento permitirá que, anualmente, 500 jovens brasileiros entre 18 e 30 anos permaneçam na Austrália por até 12 meses, com a possibilidade de trabalhar e estudar.

Atualmente, para que um brasileiro trabalhe ou estude naquele país, é necessário ter vínculo prévio com o empregador ou com a instituição de ensino. Os brasileiros são o oitavo maior contingente de estudantes estrangeiros na Austrália, com cerca de nove mil alunos, de acordo com o MRE.

O Brasil também mantém acordos similares com a Alemanha, França e Nova Zelândia.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe