Assine, pague e dirija

Quanto custam os serviços de carro por assinatura? Compare aluguéis na Localiza, Unidas, Porto Seguro, Fiat, etc.

Aluguel de carro por um mês, um ano ou mais, o chamado carsharing, ganha força; compare o preço cobrado pelas locadoras e montadoras

Fila de carros com um sol brilhando ao fundo
Carros estacionados (Shutterstock)

SÃO PAULO – Se programas de assinatura já eram conhecidos antes da pandemia, agora esse serviço parece estar caminhando para uma consolidação. O modelo, popularizado pelos serviços de streaming de vídeos nos últimos anos, chegou de vez ao segmento de veículos.

Ele também é conhecido como carsharing, modalidade em que o carro é alugado por curtos períodos em vez de ser comprado de forma definitiva.  “É uma tendência observada não só no Brasil, mas principalmente nos mercados europeu e americano. É uma movimentação consistente rumo às novas modalidades nas quais a pessoa deixa de ter a propriedade do bem para ter apenas a posse momentânea”, diz Milad Kalume Neto, diretor de novos negócios da consultoria automotiva Jato Dynamics.

Boa parte das apostas do setor automobilístico nesse modelo de negócios decorre do crescente desinteresse pelo “sonho do carro próprio”, principalmente entre as gerações mais jovens. Uma pesquisa de 2019, feita pela consultoria empresarial Deloitte, apontou que 56% dos jovens brasileiros das gerações Y e Z consideram “dispensável” possuir um automóvel no futuro.

Calcule os custos para ter um carro
Baixe uma planilha gratuita que compara os gastos de um automóvel com outras opções de mobilidade:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Embora grande parte da oferta de aluguéis de veículos se concentre em contratos de longo prazo, com planos a partir de 12 meses, e seja limitada a poucas fabricantes, cidades e modelos, cresce o número de montadoras e locadoras de veículos que aderem ao negócio, oferecendo planos, preços e condições distintas.

O mote do serviço por assinatura é a comodidade. O serviço de carro por assinatura permite que o condutor pague um valor único pelo pacote e já tenha todos os custos de manutenção, documentação, seguro e revisões obrigatórias incluídos. Porém, despesas com combustível, multas e estacionamento, por exemplo, ficam por conta do motorista.

Se por um lado o serviço oferece facilidades para aqueles que querem usufruir das vantagens de ter um zero-quilômetro, sem as dores de cabeça associadas á posse de um veículo – como a burocracia com documentação, o custo de manutenção, a perda com depreciação e o trabalho posterior de venda -, por outro, a modalidade de aluguel exige que o motorista aceite bem a lógica do uso, saindo da lógica da propriedade.

“Nos mercados mais incipientes como o brasileiro, onde há uma classe média baixa muito grande, temos uma questão do veículo como status, como uma forma clara de ascensão social. Esse pensamento é enraizado no inconsciente dos consumidores”, explica Neto.

“Mas isso não significa que esse tipo de negócio não possa decolar no Brasil”, pondera o especialista. Segundo a Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (Abla), o aluguel de carros cresceu muito nos últimos anos. De acordo com a Abla, os usuários de serviços de aluguel de veículos saltaram de 23,2 milhões, em 2016, para 49,6 milhões em 2019. O faturamento do mercado também saiu de R$ 13,8 milhões para R$ 21,8 milhões no mesmo intervalo. Os dados de 2020 ainda não estão fechados, mas a associação já adianta que devem apontar uma queda acentuada, devido à pandemia

Como funcionam as modalidades?

Para usar um carro por assinatura, o motorista deve analisar as suas necessidades, escolher a categoria de veículo que mais o atende e comparar os valores em diferentes empresas. Escolhidos modelo e companhia, basta entrar em contato e analisar os pormenores do contrato –  que podem variar bastante de locadora para locadora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É importante conferir atentamente as proteções incluídas no seguro oferecido, a duração do aluguel e avaliar se o preço é realmente atrativo.

Para que as companhias possam oferecer o serviço, há algumas exigências, por exemplo: o cliente deve ter mais de 21 anos e o cartão de crédito usado deve estar no nome do titular da locação. Com as exigências cumpridas, o perfil e a demanda do condutor são avaliados para que o negócio seja concretizado.

O InfoMoney entrou em contato com as principais empresas brasileiras que oferecem esse tipo de serviço para comparar os preços e as condições de cada plano. Confira.

Porto Seguro

Uma das primeiras empresas a atuar no segmento foi a Porto Seguro. Lançado em 2016, o Porto Fácil disponibiliza aluguéis veículos por períodos que vão de 12 a 24 meses. O motorista precisa ter uma ideia de quanto irá rodar por ano ano, já que há opções de 6 mil a 60 mil quilômetros anuais e quanto mais o carro rodar maior será o preço da assinatura.

Os planos partem de R$ 999 ao mês – mensalidade do aluguel de um Renault Kwid com limite de 6 mil quilômetros por ano, modelo mais barato da plataforma.

Outros carros que são oferecidos pela Porto são os dois modelos do Onix – o carro mais vendido no Brasil há meses. O valor mensal para o aluguel de um Chevrolet Onix é de R$ 1.559, enquanto o plano do Onix Plus (versão sedan) é oferecido por R$ 1.669.

Unidas

A Unidas (LCAM3) possui três serviços distintos de aluguel de veículos: o Unidas Livre, o Unidas MensalMais e o Unidas Drive.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No plano Unidas Livre, o cliente escolhe um carro zero, paga uma mensalidade fixa, a Unidas compra o carro e entrega ao consumidor, com documentação, IPVA, manutenções e assistências incluídas. Nesse pacote, o cliente pode alugar o carro por até 48 meses, com o mínimo do contrato fixado em 12 meses. A franquia de quilometragem mensal para o pacote é de 3 mil quilômetros e as mensalidades do plano saem a partir de R$ 879.

Já o plano MensalMais permite maior flexibilidade nos prazos, já que os contratos de assinatura partem de apenas um mês. Esse plano, porém, não entrega um carro zero-quilômetro. Segundo a Unidas, o veículo do plano MensalMais é um carro com quilometragem “baixa”. Outra diferença importante é que esse plano tem um limite de quatro condutores por veículo.

As mensalidades partem de R$ 999, com uma franquia mensal de até 5 mil quilômetros. Assim como o plano anterior, a Unidas fica encarregada dos custos com documentação, IPVA e manutenções.

O plano Unidas Drive é o plano de assinatura focado em um tipo específico de condutor. Com uma franquia mensal de 6 mil quilômetros, períodos de assinatura que podem ser semanais e pronta-entrega do veículo, o plano é voltado a motoristas de aplicativo.

O limite é de um condutor por veículo e as mensalidades partem de R$ 1,4 mil. Assim como nos outros planos, a Unidas fica encarregada dos custos com documentação, IPVA e manutenções. Ainda segundo a Unidas, a veículo do plano Unidas Drive é um carro com quilometragem “baixa”.

Movida

A Movida (MOVI3) também possui serviço de aluguel de carro por assinatura por período mínimo de 30 dias e quanto maior o tempo da reserva, melhor o preço.  Além disso, os planos variam de acordo com franquias de quilometragem e oferecem as comodidades clássicas desse tipo de serviço, como isenção de impostos.

O plano Mensal Flex é o aluguel mensal para pessoa física pelo período mínimo de 30 dias. Permite pagar e devolver o carro a qualquer momento; com desconto progressivo (quanto maior o tempo de locação, maior o desconto, com prazo limitado a 24 meses) e opção de compartilhamento (condutor adicional).

Já no plano Movida Zero Km o cliente assina um carro zero-quilômetro por período mínimo de 12 meses (ou 18, 24 e 36 meses), sem preocupação com documentação, IPVA, licenciamento, seguro e manutenções, já que esses custos ficam a cargo da locadora. Nesse plano, por exemplo, a Movida afirma que um Fiat Mobi pode ser locado por R$ 900 por mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro serviço da Movida, que pode ser indicado para o locatário que viaja nacionalmente com frequência, é o plano Mensal Flex Nacional, que permite troca do veículo em todas as regiões do Brasil e possui todas as condições do plano Mensal Flex.

Localiza

O Localiza Meoo é o serviço de assinatura de carros zero-quilômetro da Localiza (RENT3), com planos de até 48 meses com veículos que podem rodar até 3 mil quilômetros por mês. Como os valores para o aluguel variam de acordo com prazo, quilometragem e modelo, não há um preço fixo para os pacotes e cada consumidor pode se deparar com um valor diferente, considerando suas escolhas e o seu perfil de uso.

São diferentes categorias de carros (Econômico, Intermediário, Executivo, SUV, Utilitário e Premium), com as mesmas condições: período de assinatura entre 12 e 48 meses e a franquia mensal de até 3 mil quilômetros. Após escolher o plano, a Localiza envia a proposta do negócio para o cliente por e-mail, detalhando mais sobre valores e condições.

Segundo uma estimativa do João Andrade, diretor executivo de Gestão de Frotas da Localiza, um veículo 1.0 popular, em um contrato de 48 meses, com manutenção, seguro para terceiros e documentação, fica na casa dos R$ 1 mil por mês.

Vale lembrar que, desde setembro de 2020, a Localiza começou um trâmite para se fundir à Unidas. O negócio ainda aguarda aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Comparando os serviços das locadoras

Mas como escolher o melhor plano para o seu perfil? Um comparador que chegou recentemente ao mercado tem a proposta de ajudar a solucionar esse tipo de dúvida: o RentCars, plataforma curitibana que funciona como uma espécie de de Booking.com no mercado de locação de automóveis.

Como não possui uma frota própria de veículos, a RentCars não é uma locadora propriamente dita, mas sim uma Online Travel Agency (OTA), uma agência de viagem online, na tradução para o português. As agências funcionam como intermediários entre hotéis, companhias aéreas e locadoras de veículos e os consumidores, e para isso, recebem uma comissão caso o negócio seja fechado.

Uma das vantagens de usar esse tipo de ferramenta é a grande variedade de filtros de dados existente na plataforma, para que o cliente consiga comparar diversas particularidades dos serviços oferecidos por várias empresas ao mesmo tempo.

Além das locadoras: montadoras entram no negócio

Olhando o potencial que o serviço de carro por assinatura pode ter no Brasil, diversas fabricantes de automóveis também anunciaram a entrada nesse mercado.

“Se há empresas entrando no negócio, é porque existe uma capilaridade econômica real e muito forte. Nenhuma empresa investiria sem pensar no lucro envolvido. Lá fora, essa atuação das montadoras é ainda mais forte”, explica Milad Kalume Neto.

O especialista diz que a presença das montadoras no modelo de negócio de carros por assinatura é a regra nos Estados Unidos, por exemplo. Por lá, o aluguel de veículos sempre foi negociado diretamente com as fabricantes, não dando espaço para que os serviços prestados pelas locadoras pudessem se desenvolver como no Brasil.

A japonesa Toyota e a alemã Volkswagen, por exemplo, já lançaram serviços de locação no Brasil. É também o caso da FCA e da Audi, que também passaram a oferecer carros por assinatura para consumidores brasileiros. Como explicou Neto, com a produção automobilística encolhendo globalmente, resultado de uma mudança de comportamento do consumidor e dos impactos da Covid-19, a expectativa é que mais montadoras mudem seu modelo de negócio.

O Kinto Share é o serviço de aluguel da Toyota, que inclui modelos híbridos e até mesmo modelos da sua marca de luxo Lexus. Mais do que um aluguel, a proposta da Toyota se aproxima mais de um teste drive de maior duração, no qual o cliente conhece o carro e pode comprar o veículo se desejar. Os planos de contratação variam de horas até meses.

Segundo informações da montadora japonesa, aproximadamente 130 veículos estão disponíveis das marcas Toyota e Lexus. O preço médio da diária de um Corolla Altis Premium Hybrid, por exemplo, é de R$ 290. Já a tarifa diária de um Etios Sedan X+ 1.5 AT é R$ 144. O agendamento e a consulta total do valores dos planos deve ser feito por meio do aplicativo Kynto Share, disponível para Andorid e iOS.

Já a montadora alemã Volkswagen possui o programa Sing&Drive, recentemente lançado em parceria com a Fleet Solutions Brasil, empresa da Volkswagen Financial Services, que atua na terceirização e gestão de frotas, e a Assobrav, a associação que reúne as concessionárias da montadora no Brasil. “É a solução da marca que vem ao encontro das características de consumo que esse tipo de cliente valoriza”, afirma Rodrigo Capuruço, diretor da Volkswagen Financial Services Brasil.

Por enquanto, o serviço está disponível apenas no estado de São Paulo. Os pacotes incluem carros como o SUVs T-Cross 200 TSI e o Tiguan Comfortline e embute no pacote a documentação (IPVA, licenciamento e emplacamento), o seguro, a manutenção preventiva e franquia de 1,8 mil quilômetros para rodar por mês. As tarifas partem de R$ 1.899 por mês (preço válido para o T-Cross no plano de um ano). O Tiguan, com assinatura de dois anos, tem custo mensal de R$ 3.659.

Outra plano da Volkswagen, em parceria com a Unidas, é a assinatura do Golf GTE híbrido plug-in, o primeiro da montadora e da locadora que pode ser recarregado na tomada. No contrato de quatro anos, a Unidas cobra R$ 1.749,50 nos oito primeiros meses e R$ 3.499 do 9º ao 48º mês, com franquia de mil quilômetros ao mês.

Já a FCA, dona das marcas Fiat e Chrysler, anunciou seu serviço de assinatura de carros, que será lançado no Brasil no dia 21 de janeiro.

Chamada de Flua!, a nova companhia disponibilizará para aluguel dez modelos da Fiat e da Jeep: Argo, Nova Strada, Toro, Cronos, Grand Siena, Doblò, Fiorino e Ducato; além de Jeep Renegade e Compass. O projeto-piloto terá início em 15 de janeiro de 2021 e atenderá, em um primeiro momento, as cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Sorocaba (SP), Valinhos (SP), Vinhedo (SP) e Curitiba (PR).

O cliente poderá escolher entre planos de assinatura de 12, 24 e 36 meses, com franquias de mil, 2 mil ou 3 mil quilômetros para rodar por mês. Ao todo, 32 concessionárias da Fiat e Jeep estarão habilitadas inicialmente. Por meio do site da nova empresa, os interessados poderão montar o carro com opcionais e cores, assim como já acontece na compra do carro zero.

A contratação pode ser feita de forma virtual ou presencial. Além da assinatura do carro, a Flua! inclui no pacote assistência 24 horas (veicular e residencial), agendamento de manutenção, consulta aos dados do veículo contratado, gestão de multas, entre outros. Até o momento, os preços dos planos de assinatura ainda não foram divulgados.

Para além dos carros mais populares, aquele consumidor que sonha em dirigir um carro de luxo pode contar com alguns modelos da Audi, montadora alemã de carros de luxo, para locação.

Em setembro, a Audi lançou o Luxury Signature, com a também parceira da Volkswagen, a Fleet Solutions. O projeto-piloto é ainda mais restrito: apenas 20 unidades, abrangendo apenas cidades da Região Metropolitana de São Paulo.

A duração mínima do aluguel será de dois anos para os modelos A6, A7, Q8 e e-tron, que podem rodar até 2 mil quilômetros por mês. Os valores partem de R$ 9.590 por mês para o A6; R$ 9.990 para o e-tron Performance e R$ 10.590 para o e-tron Performance Black; R$ 10.990 para o A7; R$ 12.590 para o Q8 Performance; e R$ 13.290 para o Q8 Performance Black.

A quilometragem excedente é cobrada. A Audi pode acrescentar a blindagem como opcional, se o cliente desejar. Nesses valores estão incluídos: assistência 24 horas, IPVA, documentação, seguro e manutenção preventiva. O cliente deve levar o veículo para fazer as revisões, sem nenhum custo adicional.

Calcule os custos para ter um carro
Baixe uma planilha gratuita que compara os gastos de um automóvel com outras opções de mobilidade:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.