Cabe no bolso?

Quanto custa comer nos melhores restaurantes do Brasil e do mundo

Há menus completos de R$ 125 até algo próximo de R$ 9 mil com harmonização de vinhos

SÃO PAULO – O célebre ranking 50 Best, que anualmente lista os melhores restaurantes do mundo segundo a revista Restaurant, foi divulgado nesta semana. Na lista, que contém 120 nomes, há cinco restaurantes brasileiros. Pela primeira vez, A Casa Do Porco, do chef Jeferson Rueda, ficou no top 50.

Aproveitar uma refeição completa em um dos restaurantes agraciados com o prêmio pode parecer impossível à primeira vista, mas a verdade é que há diferentes faixas de preços e formatos de menu contemplados pela lista da Restaurant.

Primeiro colocado no ranking, o restaurante francês Mirazur, por exemplo, oferece duas opções de experiências – ambas com uma ordem pré-determinada de pratos. A primeira delas, chamada Eveil des Sens (Despertar dos Sentidos) é válida apenas no horário de almoço, de quinta-feira a sábado, exceto nos meses de junho, julho e agosto. O valor praticado é de 160 euros (R$ 697 na conversão direta).

Invista para aproveitar melhor a vida e realizar seus sonhos: abra uma conta gratuita na XP!

Para quem quer uma experiência mais completa, tanto no almoço como no jantar, o restaurante oferece o chamado Univers Mirazur (Universo Mirazur), que promete uma “viagem sensorial, sem fronteiras, ao encontro das essências vegetais, terrestres e marinhas de nosso universo” por 260 euros (R$1.132,90).

Mas quem não quer dispensar mais de R$ 500 em uma única refeição também consegue visitar alguns dos endereços da lista. O melhor colocado brasileiro, A Casa do Porco, tem um menu degustação de 9 tempos por R$ 125 – valor altamente convidativo, na comparação com seus pares.

O InfoMoney levantou os preços dos menus-degustação nos 5 melhores restaurantes do mundo, de acordo com o ranking, e nos 5 melhores do Brasil. Confira abaixo:

Melhores do mundo

  1. Mirazur: a partir de R$ 700

O atual melhor restaurante do mundo, do chef francês Mauro Colagreco, tem opções de menus por 160 euros (R$697) no almoço ou 260 euros (R$1.132,90), válida para almoço e jantar.

  1. Noma: a partir de R$ 876

O dinamarquês Noma tem apenas um menu por vez, que muda de acordo com a temporada. O preço padrão é de 2.500 coroas dinamarquesas (R$ 1.459,93) , que sobe mais 1350 (R$ 788,36) coroas para harmonização com vinho ou 950 coroas (R$ 554,77) para quem preferir harmonizar com suco.

Para estudantes, porém, a casa tem um pacote a preço especial de 1.500 coroas, ou R$ 875,96 pela cotação atual.

  1. Asador Etxebarri: a partir de R$ 784

Localizado em Atxondo, no País Basco, o Asador Etxebari é especializado em alimentos grelhados: até mesmo a sobremesa é feita na grelha. O valor do menu é fixo, em 180 euros (R$ 784,62), com bebidas à parte.

  1. Gaggan: R$ 585

O Tailandês contemporâneo Gaggan tem um menu de 16 cursos para o jantar por 4000 bahts, excluindo bebidas. Somando impostos (7%) e taxa de serviço (10%) o valor chega próximo de R$ 585.

  1. Geranium: a partir de R$ 1.460

Assim como o Noma, o Geranium fica na Dinamarca e já especifica os preços de suas experiências com ou sem harmonização. Nesta estação, o valor do menu está em 2.500 coroas R$ 1.459,93.

Para as bebidas, há 5 opções de harmonização, começando no suco, por mil coroas (R$584,24) e chegando à caríssima opção de vinhos “Rare & unique”, de 13 mil coroas (R$ 7.565). A opção de vinhos mais barata sai por 1.500 coroas (R$ 876,36).

Melhores do Brasil

  1. A Casa do Porco: a partir de R$ 125

No início deste ano, o chef Jeferson Rueda apresentou um novo menu degustação de 9 tempos, por R$ 125, sem bebida. O restaurante no centro de São Paulo também tem opções à la carte.

  1. D.O.M: a partir de R$ 375

O restaurante de Alex Atala que já chegou a ocupar o quarto lugar da célebre lista 50 Best ficou mais para baixo neste ano, ocupando a 54ª posição. As opções de menu degustação custam entre R$ 375 e R$ 645 por pessoa, sem bebida.

  1. Maní: a partir de R$ 210

A chef Helena Rizzo subiu de posição no ranking de 2019 e chegou à 73ª. Há opções de menus com 3 ou 5 cursos por valores abaixo do menu-degustação tradicional. O menu de 3 cursos sai por R$ 210 e o chamado menu temporada, com 5 cursos selecionados, por R$ 250.

O menu-degustação completo assinado pela chef custa R$ 470 sozinho ou R$ 730 quando harmonizado com vinhos naturais. Ele é servido apenas no jantar.

  1. Lasai: a partir de R$ 295

O chef carioca Rafael Costa e Silva entrou na lista logo atrás de Helena Rizzo com seu Lasai. Também há uma opção mais enxuta de menu, com três cursos, por R$ 295. Caso opte pelo menu completo, de 14 etapas ou mais, o cliente paga R$ 345.

  1. Oteque: a partir de R$ 235

Novo na lista, o Oteque fica no Rio de Janeiro, mas seu chef é o paranaense Alberto Landgarf. O menu degustação, que muda diariamente, tem oito tempos e custa R$ 235. A harmonização com vinhos, assinada pelo sommelier Leonardo Silveira, pode ser light (R$ 175) ou premium (R$ 335).

Invista para aproveitar melhor a vida e realizar seus sonhos: abra uma conta gratuita na XP!