Anatel

Proteste pede rigor na fiscalização para novas regras das teles “pegarem”

As telecomunicações ocupavam o ranking das cinco entre as dez empresas mais reclamadas no ano passado

SÃO PAULO – A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou, na última quinta-feira (20), medidas para proteger os consumidores em relação as operadoras de telecomunicações. Para a Proteste, a medida deve reduzir o número de reclamações dos brasileiros contra as operadoras.

Na entidade, as empresas de telecomunicações ocupam cinco entre as dez mais reclamadas. Para a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci, a Anatel terá que ser firme na fiscalização e punição para as regras “pegarem”.

A entidade criticou ainda a fixação de prazo mínimo de 30 dias de validade para os créditos de celular pré-pago, pois o usuário paga antes e muito mais caro por estas ligações e não deveria ter prazo para expirar.