Previdência: 135 será único canal de teleatendimento a partir do dia 1º

O antigo PREVFone (0800 72 80 191) e o Disque-Denúncia (0800 70 70 477) serão absorvidos pela Central 135

SÃO PAULO – A partir do dia 1º de setembro, a Central 135 será o único canal de teleatendimento da Previdência Social. O objetivo é oferecer um serviço de melhor qualidade à população e garantir a segurança das informações.

Desta maneira, o antigo PREVFone (0800 72 80 191) e o Disque-Denúncia (0800 70 70 477) serão absorvidos pela Central 135.

10 milhões por mês

Atualmente, a Central 135 tem capacidade para atender 10 milhões de usuários por mês, sendo que a demanda é de 7 milhões. Com isso, a capacidade adicional será utilizada para confirmação de agenda, sendo que o teleatendimento funcionará de segunda a sábado, das 7h às 22h.

PUBLICIDADE

Quando feita de telefone fixo, a ligação é gratuita. Já a partir de um telefone celular, é cobrada a taxa de uma ligação local.

Vantagens

De acordo com o ministro Luiz Marinho, o volume de ligações contratadas e a migração de um número 0800 para o 135, que é de utilidade pública, permitiram, também, a redução de custos para a Previdência, já que as ligações para o 0800 custam R$ 0,10 e as do 135, R$ 0,05.

Outra vantagem da mudança é que o número 0800 era concedido pela empresa de telefonia, podendo mudar de acordo com sua conveniência. Já o 135 é de propriedade da Previdência Social e, mesmo que haja mudança da empresa de telefonia, o número permanece o mesmo.

Serviços

Pela Central 135 é possível agendar dia e hora para realizar perícia médica e fazer pedido de prorrogação ou de reconsideração do auxílio-doença, solicitar auxílio-reclusão, salário-maternidade, aposentadoria, pensão e benefício assistencial.

Além disso, o segurado também pode agendar atendimento para pedir Certidão de Tempo de Contribuição (CTC) e simular contagem de tempo de contribuição. Cabe ressaltar que todos esses serviços também estão disponíveis pela internet (www.previdencia.gov.br).