Prepare o bolso: estacionar na cidade de São Paulo vai ficar 15% mais caro a partir desta quinta-feira (20)

Novo preço corresponde a uma correção da tarifa pela inflação no período de início do contrato (julho de 2020) até dezembro de 2021

Equipe InfoMoney

Carros estacionados em SP

Publicidade

A partir desta quinta-feira (20), motoristas que estacionarem seus carros nas ruas da cidade de São Paulo terão que arcar com um valor maior para pagar pelo uso da vaga.

Isso porque a Zona Azul paulistana terá a tarifa reajustada, passando de R$ 5,00 para R$ 5,75, um aumento de 15%.

De acordo com comunicado, o novo preço corresponde a uma correção da tarifa pela inflação no período de início do contrato (julho de 2020) até dezembro de 2021. A última vez que houve um reajuste no preço da Zona Azul SP foi em agosto de 2014.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

De acordo com a Estapar, empresa responsável pela operação do serviço na capital paulista, os CADs (Cartão Azul Digital) já comprados poderão ser ativados normalmente pelo valor anterior. O reajuste passa a valer apenas para a ativação de CADs após o dia 20 de janeiro.

Com a mudança, o saldo em reais na carteira virtual permanecerá inalterado e o usuário poderá utilizá-lo normalmente para a compra de novos CADs. Porém, se o saldo for menor que o novo valor de um cartão digital — R$ 5,75 — o usuário receberá uma mensagem com a opção de complementar o saldo em carteira até atingir o valor da nova tarifa.

O cartões oficiais podem ser encontrados no aplicativo Estapar Nova Zona Azul – SP, no site da empresa ou em mais de 850 estabelecimentos comerciais credenciados, localizados próximos às 53 mil vagas distribuídas pelo município.