Em minhas-financas / precos

Gasolina é responsável por um terço da inflação de maio

 Por outro lado, o etanol manteve a trajetória de queda de preços e ficou, em média, 2,80% mais barato em maio

combustível etanol gasolina

SÃO PAULO - A inflação de maio surpreendeu o mercado ao registrar alta de 0,40%, o dobro do resultado esperado, de 0,20%. Boa parte desse resultado é decorrente dos impactos da paralisação dos caminhoneiros nos últimos dias do mês.

O aumento no preço da gasolina, de 3,34%, foi equivalente a um terço (0,15 pp) da inflação total do mês passado, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Ainda em combustíveis, o óleo diesel apesentou alta de 6,16%, e 0,01 pp de impacto, ante a alta de 1,84% de abril. Por outro lado, o etanol manteve a trajetória de queda de preços e ficou, em média, 2,80% mais barato em maio. 

Impacto no PIB
A greve de 10 dias ocorrida em maio deve causar um impacto negativo de 0,45 ponto percentual sobre o PIB brasileiro, valor equivalente a cerca de R$ 30,5 bilhões, segundo estimativas da 4E Consultoria. 

Entre os dados já contabilizados, as perdas já superam os R$ 50 bilhões em 13 segmentos da economia, entre eles a indústria, pecuária e agricultura e distribuição de combustível.

Não quer contar com a sorte para virar um milionário? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

 

Contato