Em minhas-financas / precos

Preços nos supermercados paulistas sobem 0,47% em março

Aumento no custo de energia elétrica e o impacto cambial como dois pontos que vêm elevando os preços dos produtos

Tesco

Os preços nos supermercados do Estado de São Paulo subiram 0,47% em março ante fevereiro, segundo o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas) e Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Em 12 meses a alta nos preços dos supermercados atinge 7,34% e, no acumulado de janeiro a março, a elevação é de 2,31%.

 

A Apas destacou aumento no custo de energia elétrica e o impacto cambial como dois pontos que vêm elevando os preços dos produtos. Além disso, a entidade verificou que ocorreu redução da disponibilidade de alguns produtos in natura em razão de impactos climáticos.

 

Produtos in natura encerraram março com alta de 3,38% no preço. Os itens que apresentaram mais elevação foram cebola e alface. Em ambos os casos, houve impacto do clima desfavorável.

 

Os produtos semielaborados (carnes, leite e cereais) tiveram ligeira queda de 0,59% em razão de redução nos preços das carnes bovinas diante do período de quaresma. Os preços dos produtos industrializados apresentaram elevação, com variação de 0,57%, afetados pelo custo da energia. Os preços das bebidas alcoólicas subiram 0,51%.

 

Contato