Hora de investir?

Preços de imóveis têm leve alta em abril em meio à crise, mostra FipeZap

O levantamento considera 50 cidades no Brasil

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mesmo em meio à crise gerada pela pandemia do coronavírus, que impede visitas e dificulta vendas, os imóveis ficaram mais caros. O preço médio de venda de imóveis apresentou alta nominal de 0,20% em abril, resultado próximo ao observado no mês anterior (+0,18%), segundo indicou o índice FipeZap. O levantamento considera 50 cidades no Brasil.

A variação mensal do índice também superou a expectativa do IPCA/IBGE para abril, uma queda de -0,17%, de acordo com o último Boletim Focus.

Individualmente, dentre as 16 capitais monitoradas pelo índice, aquelas que apresentaram maior elevação de preço médio no último mês foram:

CidadeMaiores altas
Curitiba+0,98%
Florianópolis+0,94%
Campo Grande+0,57%

Aprenda a investir na bolsa

Considerando as duas cidades de maior representatividade no Índice FipeZap, São Paulo avançou 0,21% em abril, superando a variação observada no Rio de Janeiro, onde a alta mensal registrada foi de 0,15%.

João Pessoa, por outro lado, exibiu o maior recuo no preço médio entre as capitais monitoradas (-0,33%), sendo acompanhada por Fortaleza (-0,24%) e Recife (-0,21%).

Leia também:
Vale a pena comprar um imóvel durante a crise do coronavírus? 

Acumulado do ano

Considerando o ano de 2020 até o final de abril, o Índice FipeZap acumulou alta nominal de 0,69%, ante inflação de 0,36% esperada para o período, segundo o Focus.

Na comparação direta entre a variação acumulada do Índice FipeZap e a inflação esperada ao consumidor, a expectativa é que o preço médio de venda dos  imóveis residenciais encerre o período com ligeira alta real (+0,33%).

Por cidade, a maior parte das capitais monitoradas apresentou avanço no preço médio de venda de imóveis residenciais no período, com destaque para Florianópolis (+3,19%), Maceió (+1,73%) e Curitiba +(1,65%). São Paulo, por sua vez, apresenta alta acumulada de 0,99% no ano, enquanto o Rio subiu 0,24% no mesmo período.

Em contraste, apenas 3 das capitais monitoradas exibiram queda nominal no preço: Fortaleza (-1,43%), Recife (-1,07%) e João Pessoa (-0,55%).

Preço médio de venda por cidade

PUBLICIDADE

Ainda, o estudo também mostra que Rio de Janeiro, seguido por São Paulo e Brasília apresentam os maiores preços médios por metro quadrado. Veja o top 10:

CidadePreço médio (R$/m2)
Rio de JaneiroR$ 9.311
São PauloR$ 9.078
BrasíliaR$ 7.422
Balneário Camboriú (SC)R$ 7.308
Média ponderada (50 cidades) R$ 7.277
FlorianópolisR$ 7. 153
Niterói (RJ)R$ 6.779
Barueri (SP)R$ 6.725
VitóriaR$ 6.705
Belo HorizonteR$ 6.702
Itapema (SC)R$ 6.534
Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.