Combustíveis nas alturas

Preço do etanol dispara em 1 semana no Brasil, diz ANP; combustível só é vantajoso em um estado

Litro do combustível subiu em 21 estados e no DF; maior alta semanal foi registrada em SP (+5,89%) e maior alta mensal, em MT (+17,23%)

Por  Estadão Conteúdo -

O preço do etanol hidratado subiu em 21 estados e no Distrito Federal em uma semana, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) compilado pelo AE-Taxas, e na média nacional o preço do litro disparou 4,53%, de R$ 5,014 para R$ 5,241.

O preço caiu em outros 4 estados, e permaneceu estável no Amapá. Em São Paulo, principal produtor do combustível, maior consumidor e com mais postos avaliados pela ANP, o preço médio do etanol subiu 5,89%, a maior alta semanal (para R$ 5,036 o litro).

Com a alta, o combustível agora é mais vantajoso ante a gasolina somente em Goiás (quando o preço é inferior a 70% ao do derivado de petróleo). Em São Paulo, onde o etanol geralmente é mais competitivo, a situação se inverteu e o valor do combustível está em 72,72% do preço da gasolina.

De R$ 4,09 em SP a R$ 7,69 no RS

O menor preço do etanol registrado na semana foi em um posto em São Paulo (R$ 4,099 o litro), e o menor preço médio estadual é o de Mato Grosso (R$ 4,927).

O maior preço foi encontrado no Rio Grande do Sul (R$ 7,696), e o maior preço médio estadual é o do Amapá (R$ 6,450).

Na comparação mensal, o preço médio do combustível subiu 12,81% no país, e o estado com a maior alta foi o Mato Grosso (+17,23%).

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe