EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / planos-saude

Lucro da Pfizer cai 19% no segundo trimestre, totalizando US$ 2,3 bilhões

Farmacêutica elevou o guidance para o final do ano, com o topo das estimativas passando de US$ 1,95 para US$ 2,00 por ação

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Reportando uma redução de 9% em suas vendas, a farmacêutica Pfizer anunciou nesta quarta-feira (22) os resultados acumulados no segundo trimestre deste ano. No período, a receita líquida da companhia somou US$ 10,984 bilhões, em comparação com os US$ 12,129 bilhões obtidos entre abril e junho de 2008.

No mesmo sentido, o lucro líquido da Pfizer também registrou queda na base de comparação anual. Os ganhos passaram de US$ 2,776 bilhões no segundo trimestre do ano passado para US$ 2,261 bilhões neste ano, o que corresponde a uma redução expressiva de 19%.

Já o lucro ajustado atingiu US$ 3,249 bilhões, ou US$ 0,48 por ação, também inferior ao reportado no mesmo período de 2008, de US$ 3,698 bilhões, ou US$ 0,55 por ação. No entanto, a cifra superou as expectativas dos analistas, que apontavam lucro em torno de US$ 0,47 por ação.

Conforme comunicado da companhia, o movimento da taxa de câmbio impactou negativamente os resultados em cerca de US$ 1,1 bilhão, ou 9%, da receita.

Resultados por região
A receita internacional da Pfizer, que representa 59% do total, caiu cerca de 12% na base anual, terminando o segundo trimestre de 2009 em US$ 6,5 bilhões. O resultado reflete um crescimento operacional de 2%, que foi ofuscado por um impacto cambial desfavorável de 14%.

Já a receita norte-americana atingiu US$ 4,5 bilhões, registrando uma queda inferior à média, de 5%. A cifra corresponde a 41% do total, aumentando a participação na comparação com o ano passado, quando representava 39% do total.

Guidance
No comunicado referente aos resultados, a Pfizer também informou a elevação das projeções para ganhos ajustados ao final deste ano, passando do intervalo entre US$ 1,85 e US$ 1,95 por ação para a faixa de US$ 1,90 a US$ 2,00 por ação.

Contato