Planner recomenda compra e eleva preço alvo das ações da Itaúsa

Bom desempenho em 2004 e perspctivas positivas foram determinantes para a elevação do preço alvo dos papéis

Por  Felipe Abi-Acl de Miranda

SÃO PAULO – Após ter analisado de forma mais detalhada os resultados da Itaúsa, holding que controla o Banco Itaú, a Itaú Seguros Previdência e Capitalização, além de outras empresas, como a Elekeiroz, Duratex e Itautec, a corretora Planner divulgou um relatório reavaliando suas perspectivas para as ações da empresa.

Os analistas da instituição acreditam que o atual desconto dado pelo mercado às ações da Itaúsa não se justifica, tendo atribuído a recomendação de compra para os papéis e alterado o preço alvo de R$ 6,00 para R$ 6,50 por ação da holding.

Resultados superaram as expectativas

Numa análise do desempenho da empresa no decorrer do ano passado, os analistas ressaltaram que o lucro líquido recorrente da companhia (sem os resultados extraordinários) atingiu R$ 2,46 bilhões. A amortização de ágio nas aquisições do Banco Itaú, acrescida de outros resultados extraordinários, levou o resultado efetivo da holding para R$ 1,96 bilhão.

A corretora destaca que o patrimônio líquido da Itausa mostrou evolução de 20,64% ao longo do ano passado, representando uma aplicação mais rentável do que a média das aplicações em renda fixa, ao se deduzir o imposto de renda.

Desempenho das ações

A Planner afirma ainda que as ações da empresa valorizaram-se 26,14% em 2004, com um desempenho inferior aos papéis do Banco Itaú, cuja valorização foi da ordem de 30,40%. A pior performance em relação às ações do banco explica-se, segundo a corretora, em função do desconto que se atribui aos papéis da Itaúsa por esta ser holding pura, relativamente à soma das participações de empresas de capital aberto e de outros ativos.

Finalmente, os analistas da Planner lembram que a Itaúsa distribuiu dividendos e títulos sobre o capital próprio no montante de R$ 592 milhões, sobre o resultado de 2004. A Itaúsa foi pelo segundo ano consecutivo incluída no Índice Mundial de Sustentabilidade da Dow Jones, cujos requisitos básicos são a capacidade de gerar valor aos acionistas, qualidade de administração, compromisso social, ambiental e cultural, e sustentabilidade corporativa.

Nesta sexta-feira, as ações da holding (ITSA4) terminaram estáveis, negociadas a R$ 5,45. Em 2005, os papéis acumulam valorização de 19,16%.

Compartilhe