Digitalização dos pagamentos

Pinho de Mello: Pix é meio de pagamento tão seguro quanto os demais existentes

A primeira fase do sistema de pagamento eletrônico entrará em funcionamento no dia 16 de novembro.

pagamentos digitais
(Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central (BC), João Manoel Pinho de Mello, disse nesta terça-feira, em entrevista à Globonews, que o Sistema de Pagamentos Instantâneos (PIX) é um meio de pagamento tão seguro quanto os demais existentes. A primeira fase do meio de pagamento eletrônico entrará em funcionamento no dia 16 de novembro.

De acordo com Pinho de Mello, o PIX é uma inovação no sistema de pagamentos no Brasil e sua instantaneidade vai assegurar que as transferências sejam feitas do pagador para a conta da pessoa ou empresa que está recebendo em 10 segundos. “A instantaneidade do PIX assegura transferências em 10 segundos”, disse o diretor.

Pinho de Mello explicou ainda que a instantaneidade do PIX envolve não só o pagamento e si, mas também a informação sobre a transação. Ou seja, a pessoa ou empresa que recebeu a transferência terá a informação também em 10 segundos.

Aprenda a investir na bolsa

Isso, de acordo com o diretor, é importante porque, hoje, uma pessoa que paga, por exemplo, uma conta de luz atrasada e cujo serviço foi desligado, só terá a energia religada após o pagamento ser confirmado, o que pode levar até três dias. Com o PIX, a empresa fica sabendo na mesma hora (em 10 segundos) que a conta foi paga e pode restabelecer o serviço.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.