Corrida contra o tempo

Pfizer produz vacina contra ômicron para março com potencial para inocular outras variantes

“A esperança é de que vamos conseguir algo que vai ter uma proteção muito, muito melhor contra infecções”, diz Albert Bourla, CEO da empresa

Por  ANSA Brasil

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, anunciou nesta segunda-feira (10) que a vacina contra a variante ômicron do novo coronavírus estará pronta em março e que a empresa já começou a produzir as doses.

Em entrevista para a CNBC, o executivo disse que o imunizante também servirá para outras variantes em circulação, embora ainda não esteja claro se a ômicron, que carrega dezenas de mutações na proteína spike do Sars-CoV-2, vai exigir uma fórmula específica.

Ainda assim, Bourla afirmou que a Pfizer terá doses prontas caso seja necessário. “A vacina estará pronta em março. Já estamos começando a produzir uma certa quantidade sob nosso risco”, declarou o CEO da farmacêutica americana.

“A esperança é de que vamos conseguir algo que vai ter uma proteção muito, muito melhor contra infecções, porque a proteção contra hospitalizações e casos graves já é razoável com as vacinas atuais, contanto que você esteja tendo, digamos, a terceira dose”, acrescentou Bourla.

Países como Brasil, Estados Unidos e os membros da União Europeia já usam o imunizante da Pfizer, desenvolvido em parceria com o laboratório alemão Biontech, para o reforço da vacinação, independentemente de qual tenha sido a fórmula utilizada no primeiro ciclo.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe