Crime

PF prende suspeito de quadrilha que invadia rede da Caixa para roubar dados de correntistas

Segundo a PF, criminoso alterava informações até de cartões de crédito; não se sabe quantos clientes do banco foram prejudicados

Por  Agência Brasil -

A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta terça-feira (8), um homem suspeito de integrar um grupo que invadiu a rede interna da Caixa.

A prisão ocorreu durante a “Operação Atacante”, que investiga “tentativas atípicas” de invasão da rede interna do banco com alterações de dados dos correntistas.

Além da prisão, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Ribeirão Preto e Guarujá.

Segundo a PF, o grupo criminoso acessava ilicitamente os sistemas da Caixa para consultar dados dos correntistas. De posse dos dados, os criminosos alteravam informações, inclusive de cartões de crédito, “e obtinham vultosas vantagens econômicas”.

A PF não informou, contudo, quantos correntistas foram prejudicados pelo grupo. Durante as buscas foram apreendidos equipamentos de informática, documentos, veículos, dentre outros objetos de relevância para a continuidade das investigações.

A polícia disse ainda que os suspeitos são investigados pelos crimes de estelionato e associação criminosa cujas penas podem variar, respectivamente, de 4 a 8 anos de reclusão e de 1 a 3 anos de reclusão.

Caixa diz cooperar com investigações

A Caixa, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que atua conjuntamente com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança pública na identificação e investigação de casos suspeitos e na prevenção e combate a fraudes e golpes.

O banco também disse que informações sobre eventos criminosos em suas unidades só são repassadas às autoridades policiais e que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe