Open Finance: Banco do Brasil libera ferramenta de compartilhamento de dados via WhatsApp

Compartilhamento de dados do cliente com consentimento é um dos pilares do Open Finance

Equipe InfoMoney

Banco do Brasil

Publicidade

O Banco do Brasil liberou uma nova função relacionada ao Open Finance: os clientes do banco passaram a compartilhar dados cadastrais de outras instituições para o BB de maneira simplificada por meio do WhatsApp. A função está em operação desde esta segunda-feira (8).

Segundo o banco, para acessar o recurso, o cliente pode digitar uma frase ou apenas o termo “open finance” no WhatsApp, e todo o processo vai ocorrer sem interação humana com o auxílio de uma ferramenta digital.

O compartilhamento de dados do cliente com consentimento é um dos pilares de funcionamento do Open Finance, deixando o poder de decisão na mão do cliente.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ao permitir que os bancos tenham mais informações e detalhes da sua “vida financeira”, o consumidor pode receber ofertas mais assertivas de produtos e serviços mais personalizados.

Para o cliente do BB, a partir de agora, os dados poderão ser compartilhados diretamente no WhatsApp. “O objetivo é popularizar a adesão ao Open Finance e o uso dos dados. Por ora, são apenas os dados cadastrais”, diz Rogerio Melfi, membro da ABFintechs e participante do grupo de trabalho do Open Finance, no Banco Central.

Para os bancos, ter acesso aos dados do cliente também representa uma vantagem competitiva, já que é sinal de que o consumidor está disposto, a pelo menos, receber propostas, que podem gerar receita para a instituição.

Continua depois da publicidade

“A oferta do consentimento no WhatsApp é uma forma de oferecer conveniência para o cliente em um canal que se usa cada vez mais no dia a dia para realizar diversas transações”, destaca Fausto Ribeiro, presidente do BB, em comunicado.

Recentemente, o BB divulgou que já gerencia mais de R$ 7 bilhões em saldos consolidados com outros bancos em sua plataforma de planejamento financeiro no aplicativo, no âmbito do Open Finance. A plataforma já gerou recomendações de economia da ordem de R$ 2,5 bilhões aos clientes.

Como funciona?

No WhatsApp oficial do Banco do Brasil, ao digitar “open finance” ou uma frase com o termo, o cliente do BB será atendido por uma assistente virtual que vai pedir número de agência e conta, além de identificação via SMS e senha do internet banking.

O InfoMoney simulou um exemplo inicial da interação. Veja:

(Reprodução)

Feito isso, o dispositivo está liberado. O usuário pode escolher, dentre uma lista de instituições, quais o BB vai ter acesso para utilizar os seus dados e por quanto tempo deseja compartilhar — 12 meses é o período máximo.

No passo seguinte, a assistente virtual vai mostrar quais dados do consumidor o BB vai acessar na outra instituição ABC, como cadastro, conta corrente, cartão de crédito e operações de crédito, por exemplo. A ferramenta também envia um documento com termos e condições do Open Finance, que o usuário pode baixar.

Após mostrar o que vai acessar, o usuário deve, ainda, confirmar que deseja levar os dados para o BB.

Em seguida, precisa também autorizar o processo de compartilhamento na conta da outra instituição ABC, e será redirecionado para isso. No ambiente da instituição ABC deve ler novamente as informações que serão compartilhadas, dar consentimento novamente e confirmar a operação. Após essa última etapa, tudo estará pronto.

O usuário deve ficar atento e se certificar de que a conta do BB é a oficial para evitar compartilhar informações sensíveis com cibercriminosos, por exemplo. Na dúvida, sempre contate os canais oficiais antes de compartilhar qualquer dado. O selo de verificado mostra que é a conta verdadeira.

*Com informações do Estadão Conteúdo.