Conteúdo Patrocinado

‘Olivia Paga suas Contas’ dá R$ 15 mil a usuários da fintech durante mês de conscientização da saúde financeira

"Movimento Janeiro Verde” é baseado em pesquisa da startup que mostra que nos primeiros meses do ano a dificuldade de se manter dentro do orçamento é maior

Pesquisa realizada pela fintech Olivia com uma amostra de 10,2 mil usuários mostra que, no primeiro trimestre, a dificuldade de se manter dentro do orçamento previsto é maior do que no resto do ano. Nos três primeiros meses de 2020, o número de pessoas que pediram empréstimos foi 188% superior à média do resto do ano.

“Isso nos chamou particularmente a atenção porque o ano passado foi atípico. Mesmo tendo sua renda impactada pelo isolamento social causado pela pandemia, que começou em meados de março no Brasil, foi nos primeiros meses do ano que as pessoas mais precisaram recorrer ao crédito”, diz Lucas Moraes, cofundador da Olivia.

Ainda segundo o estudo, os gastos com IPTU em janeiro de 2020 representaram 9% do total de gastos do mês, mais que o dobro da média dos outros meses do ano (4%). Além do IPTU, janeiro é um mês em que começa a cobrança do IPVA e em que chega a fatura do cartão com os gastos de dezembro, mês de compras de Natal.

“Analisando os dados, ficou claro para a gente que janeiro é um mês particularmente difícil para a organização financeira. Por isso, repetimos agora uma ação que lançamos em 2020, o Janeiro Verde, que tem como objetivo conscientizar os brasileiros sobre a importância de cuidar de suas finanças nessa época do ano”, diz Moraes.

“Como parte dessa ação, lançamos a campanha ‘Olivia Paga suas Contas’, que devido ao sucesso foi prorrogada até 5 de fevereiro. Usuários da Olivia poderão indicar o app aos seus amigos e familiares, e premiaremos com R$ 5.000 cada um os três usuários que mais tiverem contatos fazendo o download e conectando pelo menos uma conta no app”. Para participar da promoção, é necessário baixar o app e informar-se na tela principal.

De acordo com a pesquisa da Olivia, os gastos das pessoas acompanharam a flutuação de renda durante o ano: observou-se que quando a renda cai, a tendência é gastar ainda menos do que a proporção da queda da renda. Já nos meses de alta dos rendimentos, as pessoas ganham confiança e têm gastos próximos do total daquilo que recebem.

No ano passado, abril, maio e junho foram os meses de menor rendimento: a renda média no período foi 14% menor do que nos outros meses. Nesse segundo trimestre, as pessoas gastaram em média 78% de sua renda, enquanto nos meses de maior rendimento esse gasto foi de 85%. Entre março e abril, especialmente, houve uma queda de renda de 15% e nos gastos, de 21%.

A Olivia é uma comunidade de finanças pessoais que utiliza inteligência artificial para analisar gastos dos usuários e descobrir padrões para, então, fazer sugestões personalizadas para ajudá-los a gastar melhor. Além disso, a função Olivia Social permite que os usuários troquem entre si dicas para organizar as finanças e economizar.

Clique para baixar o app.

PUBLICIDADE